Diretor critica tensão política no SP e vê armação em vídeo de briga de Juvenal

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Provocaram Juvenal o tempo todo e só filmaram o presidente quando ele estourou", disse Julio Cesar Casares

O São Paulo conseguiu esfriar a crise neste domingo ao empatar em 0 a 0 com o Corinthians no Pacaembu, mas os bastidores do clube seguem conturbados. O vice-presidente de Comunicações e Marketing do clube, Julio Cesar Casares, lamentou a briga criada dez meses antes das eleições presidenciais e as críticas ao presidente Juvenal Juvêncio.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

"Aquele vídeo (confusão em churrasco na sede social do clube) foi uma armação. Provocaram Juvenal o tempo todo e só filmaram o presidente quando ele estourou. É isso o que causa essa antecipação eleitoral. Nós sempre vestimos a camisa desse clube, só cantamos o hino deste clube", disse o dirigente em entrevista á TV Gazeta.

Leia mais: São Paulo segura empate com o Corinthians, ma segue na degola

Ele ainda abordou a polêmica reeleição de Juvenal Juvêncio em 2011, que só foi permitida após mudança estatutária aprovada pelos conselheiros: "O conselho foi a favor da reeleição, até mesmo Marco Aurélio. Não podemos esquecer o que o juvenal fez. Ele foi o responsável pela derrocada de Ricardo Teixeira (na CBF) ao fazer do São Paulo um clube independente", disse, citando Marco Aurélio Cunha, possível candidato da oposição à presidência do clube.

Para Casares, as brigas entre diretoria e possíveis candidatos para as eleições de abril do ano que vem têm influenciado diretamente no rendimento da equipe na temporada. O vice-presidente, no entanto, garante ter total confiança no trabalho de Paulo Autuori para tirar o Tricolor da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

"O processo eleitoral antecipado é um desserviço. Isso atrapalha, tanto quanto essas previsões. Tem gente que é especialista em apologia do caos, fica dizendo que já caímos. O São Paulo não vai cair. O Paulo é competente. O Milton Cruz é competente. Claro que alguns jogadores não deram certo como esperávamos, mas a comissão técnica está começando um trabalho e com certeza daqui sairemos desta situação", destacou.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas