Teste e próprio jogador definirão se Valdivia jogará quinta partida seguida

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Chileno passará por avaliação física para saber se será poupado por precaução

CÉLIO MESSIAS/Gazeta Press
Valdivia comemora gol de Charles sobre o Oeste

Valdivia fez, no sábado, seu quarto jogo consecutivo pelo Palmeiras, o segundo sem ser substituído. Mas, como o intervalo até o próximo compromisso (terça-feira, contra o Icasa) é menor do que o das últimas partidas, é possível - mas não certo - que o meia agora seja poupado, a fim de evitar alguma lesão.

Comente esta notícia com outros torcedores

A avaliação física do chileno na manhã deste domingo, na reapresentação do elenco, será a base para a decisão de Gilson Kleina. Qualquer que seja o índice de cansaço, no entanto, o treinador terá uma conversa em particular com o jogador para saber como ele se sente."Não podemos correr risco. Ele é muito importante para o nosso grupo, está passando por um momento muito importante. Com ou sem Valdivia, vamos fazer de tudo para tentar a vitória. Sabemos que ele é importante, mas vamos analisar e principalmente conversar", explicou, após empate com o Guaratinguetá.

Na quarta-feira, quando concedeu entrevista na Academia de Futebol, Valdivia avisou que, a despeito de qualquer planejamento do departamento médico e da comissão técnica, pretendia participar das duas próximas partidas. Isso não significa que, após mais 90 minutos neste sábado, a opinião do atleta mais caro do elenco não possa ter mudado.

"Ele está fazendo tudo aquilo que é programado e terminou o jogo mais uma vez com muita qualidade, bem próximo de como começou. Agora, vem a maturidade de todos. O que sempre conversamos foi de ver os testes e escutar o próprio atleta", comentou Kleina, que promete coerência ao analisar a condição do chileno e também do atacante Alan Kardec.

Leia mais: Palmeiras vai anunciar 'pacote' com saída de mais jogadores

O treinador também lida com prudência a possibilidade de estreia do meia Felipe Menezes e do volante uruguaio Eguren. Segundo ele, a "ansiedade" para a primeira partida de ambos pelo Palmeiras pode ser prejudicial à equipe, que tem sido consistente recentemente. Nas últimas cinco partidas da Série B do Campeonato Brasileiro, somou quatro vitórias e um empate.

Leia tudo sobre: valdiviapalmeirasserie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas