Após contratações, Botafogo prevê disputa sadia no seu ataque

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Com as negociações dos meias Fellype Gabriel e Andrezinho, Oswaldo até mesmo estuda escalar Rafael Marques como meia em algumas ocasiões

Com Bruno Mendes e Henrique atravessando um mau momento, Rafael Marques reinou sozinho no ataque do Botafogo em boa parte da atual temporada. Autor do gol que deu o título do Campeonato Carioca na final contra o Fluminense, o jogador caiu nas graças dos torcedores e vem respondendo bem ao esquema 4-2-3-1 montado pelo técnico Oswaldo de Oliveira.

Site oficial
Elias, atacante do Botafogo

O problema é que, de uns tempos para cá, a concorrência aumentou e o jogador já começa a ter competidores a sua altura na luta pela titularidade.

No sábado passado Elias, contratado após se destacar pelo Resende no Campeonato Carioca, entrou em campo e marcou o gol que abriu caminho para a vitória de 2 a 0 sobre o Náutico.

Na quarta-feira o atacante Alex, revelado pelas categorias de base do Glorioso e que estava no futebol dos Emirados Árabes Unidos, entrou bem no segundo tempo diante do Figueirense e converteu uma das cobranças de pênaltis que ajudaram o time a avançar para as oitavas de final da Copa do Brasil. Assim, os artilheiros alvinegros sabem que a disputa por posição está acirrada, mas pregam um confronto sadio.

"O objetivo de todos nós é brigar pela posição de titular e mostrar para o Oswaldo que podemos jogar, mas sempre respeitando todos os companheiros, pois o nosso elenco conta apenas com peças de muita qualidade", disse Elias.

Alex pensa de maneira parecida. "O Oswaldo tem boas opções no elenco do Botafogo e inteligência para montar o time da melhor maneira possível. Todos queremos a condição de titular. Eu me sinto pronto para jogar, mas sei que todos aqui são capazes e podem ajudar o time", afirmou.

Com as negociações dos meias Fellype Gabriel, que foi para o futebol dos Emirados Árabes Unidos, e de Andrezinho, que está na China, Oswaldo até mesmo estuda escalar Rafael Marques como meia em algumas ocasiões, abrindo mais uma vaga no ataque. Porém a mudança ainda não será para o clássico deste domingo, às 18h30 (de Brasília), diante do Flamengo, no Maracanã, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Para este duelo o treinador deverá manter a base do confronto com o Figueirense. Neste sábado os atletas botafoguenses participam de um recreativo pela manhã, no campo anexo ao Engenhão, fechando assim a preparação para o jogo deste domingo.

Protesto
Um grupo de torcedores do Botafogo, que se intitulou do "Movimento Aristocracia Alvinegra", organizou um protesto na frente da sede de General Severiano contra os preços dos ingressos para o clássico contra o Flamengo. Os bilhetes mais baratos custam R$ 100. Vestindo terno e gravata os manifestantes reclamaram do que chamam de elitização do Maracanã e afastamento do povo do estádio.

O movimento organizado pelos botafoguenses ganhou força ao longo da semana em várias redes sociais. Os torcedores, inclusive, levaram uma champagne para o protesto a fim de ironizar ainda mais os preços.

Curiosamente o rival do Botafogo neste domingo organizou o mesmo tipo de protesto, só que com o nome "Aristocracia Flamenguista". Só que os rubro-negros irão protestar no Maracanã no dia da partida.

Leia tudo sobre: Botafogoataque

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas