Brasil conquista quatro Libertadores seguidas pela primeira vez

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Internacional em 2010 abriu sequência positiva do futebol brasileiro no torneio continental

O primeiro título de Copa Libertadores do Atlético-MG, conquistado em emocionante disputa de pênaltis contra o Olimpia em um Mineirão lotado, garantiu um feito histórico para o futebol brasileiro na competição. Foi a quarta conquista consecutiva de um clube do País, algo inédito até então.

Comente esta notícia com outros torcedores

O predomínio atual do Brasil na Libertadores começou em 2010, com o Internacional. Nos dois anos seguintes, dois times alvinegros de São Paulo - Santos e Corinthians - gravaram os seus escudos no troféu continental.

Rever levanta a taça inédita da Copa Libertadores para o Atlético-MG. Foto: Yuri Edmundo/Gazeta PressO volante Josué comemora o segundo título de Copa Libertadores de sua carreira. Foto: Andres Stapff/ReutersGuilherme comemora o título e jogadores do Olimpia lamentam derrota. Foto: Andres Stapff/ReutersRonaldinho e Leonardo Silva comemoram o segundo gol do Atlético. Foto: Andres Stapff/ReutersLeonardo Silva cabeceia, faz o segundo gol do Atlético e leva final para a prorrogação. Foto: Andres Stapff/ReutersCuca vibra bastante com o gol de Leonardo Silva, o segundo do Atlético-MG contra o Olimpia. Foto: Bruno Magalhaes/APVictor se irrita com Salgueiro, que pediu pênalti para o Olimpia. Foto: Bruno Magalhaes/APJô comemora seu gol no Mineirão: 1 a 0 para o Atlético-MG. Foto: Nelson Antoine/APDiego Tardelli lamenta chance perdida na decisão da Libertadores. Foto: Andres Stapff/ReutersO árbitro colombiano Wilmar Roldan chama a atenção de Alejandro Silva. Foto: Pedro Vilela/ReutersAranda sofre falta dura de Josué na final da Libertadores. Foto: Andres Stapff/ReutersPierre reclama de falta cometida por Salgueiro. Foto: Andres Stapff/ReutersRonaldinho alça bola na área, jogada bastante explorada pelo Atlético. Foto: Andres Stapff/ReutersBernard arrisca chute, Mazacotte tenta bloquear. Foto: Bruno Magalhaes/APBenitez arrisca um belo chute para o Olimpia. Foto: Nelson Antoine/APTenso, Cuca observa a partida no Mineirão. Foto: Andres Stapff/ReutersRonaldinho se livra da marcação de Aranda na final da Libertadores. Foto: Andres Stapff/ReutersCandía observa Jô tentar o domínio de bola no Mineirão. Foto: Andres Stapff/ReutersMichel e Leonardo Silva observam Silva arrematar a gol. Foto: Nelson Antoine/APTorcida do Atlético-MG se agita antes da final no Mineirão. Foto: Andres Stapff/ReutersTorcida Olimpia confiante no quarto título da Libertadores. Foto: Andres Stapff/ReutersAtlético-MG posa para foto antes da final da Copa Libertadores 2013. Foto: Nelson Antoine/APOlimpia posa para foto antes da final da Copa Libertadores 2013. Foto: Nelson Antoine/AP


Antes da sequência vitoriosa de Inter, Santos, Corinthians e Atlético-MG, o máximo que o futebol brasileiro havia celebrado tinha sido um tricampeonato, com Cruzeiro (1997), Vasco (1998) e Palmeiras (1999).

A Argentina já havia obtido quatro títulos seguidos de Libertadores. Maior campeão do torneio, com sete taças, o Independiente garantiu a glória ao seu país com os triunfos em 1972, 1973, 1974 e 1975.

O título do Atlético-MG ainda serviu para o Brasil diminuir a desvantagem que tem para os argentinos no total de títulos de Libertadores. Agora, o placar está 22 a 17 a favor da nação vizinha.

Na última vez em que um time brasileiro não levou a Libertadores, a derrota havia ocorrido justamente no Mineirão, local da final de 2013. O Cruzeiro caiu diante do Estudiantes, da Argentina, na ocasião, em 2009.

Leia tudo sobre: atletico-mglibertadorescampeao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas