Palmeiras já planeja poupar Valdivia após sequência de três jogos seguidos

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Há mais de três meses, com o aval da diretoria, a comissão técnica definiu que o meia chileno não atuará em dois jogos completos na mesma semana

Após 114 dias vetado por dores musculares, Valdivia atuou em três partidas seguidas do Palmeiras, sendo que na última esteve em campo o jogo todo pela primeira vez em mais de quatro meses e marcou seu primeiro gol desde 31 de janeiro. Mas a sequência do camisa 10 está perto de parar.

Caso não se machuque, o jogador mais caro do elenco estará em campo neste sábado, quando a equipe visitará o Guaratinguetá, mas está descartada a sua utilização durante os 90 minutos diante do Icasa, no Pacaembu, na próxima terça-feira. Gilson Kleina está consciente de que o meia não pode ter o mesmo tratamento dos outros.

Giuliano Gomes/Gazeta Press
Valdivia fez um gol contra o Figueirense

"Não adianta, as avaliações demonstram que o desgaste vai prejudicá-lo. Enquanto estivermos monitorando-o com a semana cheia, acontece isso: grandes jogos dele. Mas o mais importante é a conversa que todos tivemos e o amadurecimento do projeto com filosofia de treinamento", disse o treinador.

Vilson vê carência no elenco e prefere ser zagueiro para jogar mais no Palmeiras

Há mais de três meses, com o aval da diretoria, a comissão técnica definiu que o chileno não atuará em dois jogos completos na mesma semana. E ele já tem treinado pouco mesmo quando a distância entre as partidas é de mais de três dias. A última lesão que o Mago sofreu, em 14 de março, após cinco jogos seguidos, provou a necessidade de uma cautela.

Kleina é claro: prefere ter o astro nos confrontos mais difíceis a perdê-lo por longos períodos. "O Valdivia fez três jogos tecnicamente acima da média, como é o futebol dele. Contra o Figueirense, foi decisivo e premiado com o gol. É um jogador que sabe que faz toda a diferença, a criatividade do Palmeiras melhora muito com ele."

Os jogadores, porém, sempre lamentam a saída de Valdivia. O lateral esquerdo Juninho revelou que, em conversas internas, alguns já comentaram que, se o chileno estivesse escalado, o Palmeiras estaria com 100% de aproveitamento nas seis rodadas da Série B do Brasileiro antes da parada durante a Copa das Confederações. E seu desempenho diante de Oeste, ABC e Figueirense aumentou os elogios.

"O Valdivia é um excelente jogador, não pode ficar fora nunca. Estamos muito felizes pelo retorno dele e por vê-lo alegre. Ele é muito importante, pede a bola, assume a responsabilidade em campo... Ter um jogador desses do lado te dá uma tranquilidade imensa. É muito bom o que está acontecendo com ele e espero que continue assim", comentou Vilson.

Leia tudo sobre: palmeirasvaldiviaigspsérie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas