Gremistas destacam luta e batalha após derrota com dois a menos em Criciúma

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Vargas e Matheus Biteco foram expulsos, mas mesmo assim Grêmio vendeu caro a derrota

Edu Andrade/Fatopress/Gazeta Press
Criciúma venceu o Grêmio em casa e se afastou da zona do rebaixamento

Conhecido por ganhar jogos improváveis e triunfar nas dificuldades, o Grêmio por pouco não conseguiu mais um grande resultado na adversidade. Com dois jogadores a menos e jogando sob forte chuva no "caldeirão" do Heriberto Hülse, o time gaúcho tentou, mas acabou derrotado pelo Criciúma por 2 a 1, em jogo válido pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja a tabela completa do Brasileirão

Após o confronto, o que se viu foram os jogadores gremistas destacando a luta e batalha da equipe, que perdeu o seu primeiro jogo sob o comando de Renato Gaúcho. "A gente lutou, batalhou, infelizmente não foi o resultado que queríamos", disse o lateral Pará à Rádio Gaúcha, antes de completar: "Demos o nosso máximo, mas com dois jogadores a menos é complicado".

Os dois jogadores que receberam o cartão vermelho foram Matheus Biteco e Vargas. Ambos em lances infantis. O primeiro tentou acertar um tapa no adversário após disputa de bola. O segundo chutou Amaral com o jogo já parado.

Após o jogo, o experiente meia Elano foi mais direto. Insatisfeito com o que aconteceu na partida, deu uma declaração mais objetiva. "É triste, noite infeliz, mas vamos trabalhar para continuar", afirmou.

Para Werley, que, machucado, saiu de campo ainda na primeira etapa, o Grêmio deve ser parabenizado pela garra que mostrou dentro das quatro linhas. "Nós viemos com o intuito de ganhar a partida, mas aconteceram varias situações dentro do jogo. No entanto, nossa equipe foi aguerrida, todos se dedicaram e estão de parabéns pela luta que mostraram", afirmou.

O único que falou de maneira mais ríspida foi o atacante Kleber. Claramente chateado com a derrota em Santa Catarina, o centroavante, que entrou na partida no lugar de Barcos, disse que o resultado pode custar caro no decorrer do campeonato.

"A gente tinha que ganhar o jogo, porque sabemos que o Criciúma não vai brigar pelo titulo. É esse tipo de jogo que faz perder título ou classificação para a Libertadores. A gente tem que melhorar, principalmente se quiser brigar pelo campeonato", decretou.

Ainda sem vencer fora de casa no Campeonato Brasileiro, o Grêmio, quinto colocado com 13 pontos, volta a campo no próximo domingo, às 16 hortas (de Brasília), contra o Fluminense, em Porto Alegre.

Leia tudo sobre: Grêmiobrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas