Kevin De Bruyne, recém contratado, foi baixa em amistoso de pré-temporada na Ásia

John Terry em ação contra combinado da Malásia
Vincent Thian/AP
John Terry em ação contra combinado da Malásia

Com um time misto, mas sem apresentar dificuldades, o Chelsea goleou um combinado da Malásia por 4 a 1 neste domingo, na cidade de Shah Alam, no país asiático. A nota triste ficou para o meia belga Kevin De Bruyne, que se lesionou logo depois de marcar o segundo gol.

Deixe seu comentário para esta notícia

José Mourinho, técnico do time inglês, optou por mandar a campo uma equipe formada basicamente por atletas reservas. Diante de 41.500 torcedores, o Chelsea saiu na frente com Traoré, logo os seis minutos. Aos 26, foi a vez de De Bruyne marcar o dele ao dar um voleio. Mas, aos aterrissar, o meia-atacante caiu sobre o joelho direito, que inchou, e teve que ser substituído por Feruz. No final do primeiro tempo, Lukaku marcou o terceiro do Chelsea.

Na volta dos vestiários, Mourinho optou por observar outros jogadores e fez diversas alterações. Assim, o meio-campista brasileiro Ramires saiu do banco de reservas. Com o decorrer da etapa final, foi a vez do também brasileiro Lucas Piazon entrar em campo, aos 21 minutos, no lugar de Hazard. Aos 43, Moses fez o quarto do Chelsea, selando a goleada. Ainda deu tempo de Fadhli Shas marcar o gol de honra do combinado da Malásia, em cobrança de falta.

Oscar e David Luiz, os outros brasileiros da equipe inglesa, não participam da excursão asiática do Chelsea por terem disputado a Copa das Confederações com a seleção brasileira. A vitória deste domingo foi a segunda em dois jogos desde que Mourinho reassumiu o comando do time londrino.

Kevin De Bruyne, recém contratado pelo Chelsea, deixou o campo lesionado
Lai Seng Sin/AP
Kevin De Bruyne, recém contratado pelo Chelsea, deixou o campo lesionado



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.