Goleiro do Corinthians saiu em defesa de seu companheiro de posição

Cássio saiu em defesa de Ceni
SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESS
Cássio saiu em defesa de Ceni

O goleiro Cássio, do Corinthians , surpreendeu-se com as declarações do diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Baptista, que criticou as reposições de bola de Rogério Ceni. Para o dirigente, dores no pé direito têm atrapalhado o trabalho do camisa 1, reconhecido por sua habilidade também com bola rolando.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Não adianta ter excelente reposição se as pessoas não aparecem para jogar. O Rogério é, entre os goleiros, aquele que melhor bate na bola. Não vejo que caiu. O diretor foi até meio infeliz por toda a história que tem o Rogério no São Paulo", afirmou Cássio.

Ceni se machucou em dividida com Alexandre Pato na primeira fase do Campeonato Paulista. No lance, o goleiro acertou o atacante alvinegro e, apesar da reclamação de joelhos, acabou levando de pênalti o gol que decidiu a derrota tricolor na ocasião.

Foi o primeiro de quatro resultados ruins do São Paulo contra seu maior rival. A equipe do Morumbi acabou sendo eliminada pelo Corinthians nas semifinais do próprio Estadual e perdeu os dois jogos que levaram a Recopa Sul-americana para o Parque São Jorge.

Terminada a decisão, Rogério fez críticas à diretoria de seu clube, que, segundo ele, "parou um pouco no tempo". Diante da resposta atravessada de Adalberto Baptista, o goleiro afirmou que está completamente recuperado da lesão no pé e que tem se mantido distante do departamento médico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.