Presidente do Corinthians dedica novo título a presos em Oruro e a Andrés

Por Bruno Winckler e Pedro Taveira - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Mário Gobbi citou antecessor que passou cirurgia e torcedores na Bolívia após conquista

SERGIO BARZAGHI / Gazeta Press
Danilo ergue a taça de campeão da Recopa

Como fizera após a conquista do Campeonato Paulista, em maio, o presidente do Corinthians, Mário Gobbi, dedicou o título da Recopa, conquistado na quarta-feira, contra o São Paulo, aos torcedores que estão presos em Oruro desde fevereiro. Cinco dos 12 detidos após a morte de Kevin Beltrán, na estreia corintiana na Libertadores, continuam presos.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

“Estamos em êxtase, a família corintiana está muito feliz, mas dedico esse título aos cinco remanescentes em Oruro, que ainda estão lá injustamente”, disse o presidente corintiano. Há um mês sete torcedores foram soltos, mas cinco continuam na cadeia boliviana.

Mais sobre o caso: Sete corintianos presos na Bolívia após morte de torcedor em Oruro são liberados

Gobbi também lembrou do seu antecessor, Andrés Sanchez, que no último fim de semana foi internado e operado de uma hérnia. De alta, ele assistiu de casa o título corintiano.

Mais sobre a final: Corinthians é campeão da Recopa e amplia distância para o São Paulo

“Dedico também ao meu amigo, Andrés Sanchez, que passou por uma cirurgia, teve alta, está na casa dele e se estiver me ouvindo, um beijo no coração dele”, disse Gobbi.

Danilo leva a melhor sobre Ganso e domina a bola pelo Corinthians. Foto: SERGIO BARZAGHI / Gazeta PressRomarinho comemora com Guilherme após marcar gol do Corinthians. Foto: Fernando Dantas/Gazeta PressOsvaldo recebe a bola marcado de perto por Paulo André em ataque são-paulino. Foto: Andre Penner/APGuerrero pressiona Lúcio na saída de bola do São Paulo. Foto: Andre Penner/APCássio faz a proteção e deixa a bola sair pela linha de fundo. Foto: Andre Penner/APRafl e Luis Fabiano disputam a bola durante o clássico no Pacaembu. Foto: Andre Penner/APVendido ao Tottenham, o ex-corintiano Paulinho aparece no Pacaembu para assistir à decisão. Foto: Getty ImagesTorcida do São Paulo marca presença no Pacaembu. Foto: SERGIO BARZAGHI / Gazeta Press


Eleito em 2012 por conta do apoio de Sanchez, Gobbi dividiu com ele os méritos por mais um título na gestão (conquistou Libertadores, Mundial, Paulistão e, agora, a Recopa).

Leia também: Paulinho ganha medalha, abraços da torcida e dá volta olímpica

“Esses títulos não são da minha gestão. É de um trabalho que começou em dezembro de 2007, o futebol não se faz em cima da hora, não se tem imediatismo, se trabalha. Todos esses títulos eu divido com quem esteve no Corinthians e começou esse projeto. Acho que o Corinthians tem um grande grupo, admiro e respeito muito. Não temos nada a provar para ninguém, mas o Corinthians vive, a torcida gosta e quer mais títulos”, comentou.

Leia tudo sobre: CorinthiansRecopaMario Gobbiigspandrés sanchez

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas