Walter admite dificuldade em manter o peso: "Vou brigar o resto da vida"

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Com 1,78m, o atleta chegou a pesar 96 quilos e teve uma conversa com o técnico Enderson Moreira, que estabeleceu uma meta de 90 quilos para o jogador

Apontado pelos torcedores e mesmo pela comissão técnica como um atacante diferenciado dentro do elenco do Goiás, Walter tem sofrido para se manter em forma e reconhece que tem um problema com a balança.

"Lógico que incomoda, muita gente fala muitas coisas pesadas, mas sou profissional. Meu erro é brigar com a balança, vou brigar com a balança o resto da vida. Tem gente que briga com droga, briga com cerveja, essas coisas todas, e minha briga é com a balança, eu sei disso", declarou em entrevista ao Portal 730.

Com 1,78m, o atleta chegou a pesar 96 quilos e teve uma conversa com o técnico Enderson Moreira, que estabeleceu uma meta de 90 quilos para o jogador.

"Eu trabalho, faço de tudo dentro de casa para não comer tanto e trabalho cada vez mais. Eu posso jogar muito, sempre, e ainda vão tocar nesse assunto. É igual o que o Enderson falou, não importa o que os outros estão falando, o mais importante é que eu te dê uma regra aqui, o peso pra você chegar que eu quero, e pronto, você vai jogar comigo. Se não chegar, não joga", encerrou.

Com Walter em campo, o Goiás empatou com o Criciúma na última rodada em 0 a 0, no Estádio Heriberto Hulse. Na próxima rodada, o Esmeraldino recebe a Portuguesa.

Leia tudo sobre: goiáswalter

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas