Equipe paulista saiu na frente do Vitória em Salvador, mas perdeu por 3 a 2

A mudança no comando não acabou com os problemas do São Paulo . O time foi derrotado pelo Vitória , neste domingo, mais uma vez de virada, outra com um jogador expulso. Estreante, o técnico Paulo Autuori entende que falta concentração aos jogadores.

LEIA:  São Paulo repete falhas e estreia Autuori com revés para Vitória

"A vida não é fácil, não são flores. Acho que a gente pensou que o jogo ia ficar fácil. A gente estava com o jogo praticamente adiantado, e aí afrouxamos. Não podemos afrouxar, se quisermos ser uma equipe competitiva", disse, ao fim do revés por 3 a 2, em Salvador.

O São Paulo abriu o placar aos dez minutos, mas, aos 18, já estava perdendo. Até conseguiu buscar o empate, em cobrança de falta de Rogério Ceni, porém caiu muito de produção depois do intervalo e sofreu o terceiro gol. Poderia ter perdido por placar mais elástico se Renato Cajá não tivesse desperdiçado um pênalti.

Acompanhe trechos da coletiva de Paulo Autuori, técnico do São Paulo, após a partida


"Temos que ser muito fortes, muito duros mentalmente. Passei isso aos jogadores. Depois que fizemos o primeiro gol, tomamos conta do jogo, mas tinha que transformar isso em mais gols. A posse de bola era toda nossa. Não pode perder o foco de estar bem organizado quando perder a bola", cobrou, referindo-se principalmente ao primeiro gol baiano, originado em contragolpe.

Sem vencer há seis jogos no Campeonato Brasileiro - a série negativa é maior se levada em consideração a derrota para o Corinthians na primeira final da Recopa Sul-americana -, o time soma apenas oito pontos em oito jogos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.