Em 41 partidas na temporada, São Paulo teve sua rede balançada 47 vezes, incluindo duas em amistosos com Londrina e Flamengo

Zaga do São Paulo é maior preocupação de Paulo Autuori em sua volta ao clube
SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESS
Zaga do São Paulo é maior preocupação de Paulo Autuori em sua volta ao clube

Antes observador, Paulo Autuori agora tem o papel de corrigir os erros do São Paulo que notava à distância. O primeiro será o alto número de gols sofridos. Em 41 partidas na temporada, o time teve sua rede balançada 47 vezes, incluindo duas em amistosos com Londrina e Flamengo.

Quem você acha que deveria formar a dupla de zaga titular do São Paulo? Comente

"Tem que acertar, trabalhar a equipe de trás para frente. O time tem talento em termos ofensivos para decidir, e minha preocupação maior nesses próximos treinos vai ser a parte defensiva. Dar tranquilidade para quem é da criação correr mais risco, sabendo que, se perder uma bola importante, o time estará organizado", disse.

O novo treinador começou a dedicar atenção à retaguarda nesta sexta-feira, em seu segundo dia de trabalho no CT da Barra Funda. Em treino de ataque contra defesa, chamou atenção especial para o posicionamento dos laterais Douglas e Juan e dos zagueiros Lúcio e Rhodolfo.

Mas não só a defesa tem falhado, na opinião do novo comandante. "Tenho falado também com os jogadores sobe esse negócio de lentidão. A bola tem que andar rápido. Para isso, tem que estar pronto para executar (o passe). Bem só não dá. Tem que ser bem feito e rápido", falou.

Seu primeiro compromisso no retorno ao clube onde conquistou a Libertadores e o Mundial de 2005 será no domingo, frente ao Vitória, em Salvador. A definição da equipe sairá na manhã deste sábado, em treino fechado para a imprensa, no CT da Barra Funda.

Reintegrado, Fabrício se diz motivado
Pouco mais de dois meses após ser afastado do elenco do São Paulo, Fabrício finalmente voltou a ser relacionado. O volante foi reintegrado ao grupo assim que Paulo Autuori foi anunciado como novo técnico depois da demissão de Ney Franco e, a partir do duelo com o Vitória em Salvador, espera ter vida nova no clube.

"Tivemos uma conversa e ele (Autuori) quis saber como eu estava. Estou bem fisicamente e esse trabalho com o grupo será essencial. Fiquei um tempo sem treinar com bola, mas rapidamente conseguirei aprimorar a parte técnica. De volta ao time estou mais motivado e confiante", celebrou o volante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.