Flamengo desiste de contratar Leandro Castán e vai tentar acordo com Chicão

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Empresários do jogador informaram o clube que Roma não pretende negociá-lo nesta janela

Getty Images
Leandro Castán é titular da Roma

A diretoria do Flamengo foi informada pelos representantes do zagueiro Leandro Castán que o jogador dificilmente vai reforçar o clube na sequência desta temporada. O atleta já tinha chegado a um acordo sobre as bases salariais, mas não vem tendo sucesso na negociação com a Roma, dona de seus direitos federativos. Sem Castán, o Flamengo vai tentar Chicão, em fim de contrato com o Corinthians

Leandro Castán foi indicado por Mano Menezes, com quem trabalhou na Seleção Brasileira e no Corinthians. O treinador, inclusive, pediu aos dirigentes que se empenhassem em acertar com o jogador, que seria uma espécie de homem de confiança para a zaga, setor que o comandante considera mais carente na equipe.

Atualmente, Mano, embora não fale abertamente, vê apenas o chileno Marcos González como titular. Wallace, que vem jogando ao lado do estrangeiro, é uma solução tratada como provisória. Renato Santos perdeu espaço com o novo comandante e as demais opções são jovens revelados nas categorias de base e promovidos recentemente ao time profissional.

Sem Leandro Castán, a diretoria começa a procurar outro zagueiro. Mano Menezes também indicou Chicão, atualmente no Corinthians, mas esta negociação se torna ainda mais complicada porque o clube paulista vem se irritando com o assédio do Flamengo ao atacante Emerson Sheik, que tem contrato com os paulistas até o fim do ano e vem em processo de renovação.

Outra posição que Mano Menezes considera carente é a lateral esquerda, onde o nome pretendido é o de André Santos, que foi devolvido pelo Grêmio ao Arsenal, da Inglaterra. O que pode atrapalhar é que os ingleses, assim como a Roma no caso de Castán, não têm interesse em emprestar o jogador, e sim em negociá-lo definitivamente. Atualmente, o Flamengo tem como titular da lateral esquerda João Paulo.

Ainda nos bastidores, o clube luta para acertar logo um contrato com o consórcio que administra o Maracanã. A tendência é que as duas partes cheguem a um acordo somente até o fim do ano. Recentemente o Fluminense anunciou uma parceria com o consórcio por 35 anos, mesmo prazo do acerto que vem sendo costurado com a diretoria do Botafogo.

Dentro de campo o Flamengo volta a jogar neste domingo, às 18h30 (de Brasília), quando enfrenta o Vasco no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Neste sábado os jogadores disputarão um recreativo, que vai encerrar a preparação para o duelo. Com seis pontos conquistados o Rubro-Negro tenta deixar a zona de rebaixamento.

Leia tudo sobre: flamengoromaleandro castánbrasileirãocorinthians

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas