"Destruído por ter me lesionado, ainda mais quando os treinamentos estavam indo tão bem", disse o atacante em sua página do Facebook

Wayne Rooney, atacante do Manchester United
Getty Images
Wayne Rooney, atacante do Manchester United

Cobiçado pelo Chelsea, o atacante Wayne Rooney, do rival Manchester United, teve que abandonar a pré-temporada que o time fazia em Bangkok, na Tailândia. Após sentir lesão em local ainda não revelado, o jogador voltou para a Inglaterra para fazer exames mais detalhados.

Através de um comunicado em sua página oficial no Facebook, o craque dos Red Devils e da seleção inglesa afirmou estar se sentindo "destruído". Ele está cortado do amistoso contra os melhores jogadores do Campeonato Tailandês - o jogo marcará a estreia do técnico David Moyes, substituto de Alex Ferguson.

"Destruído por ter me lesionado, ainda mais quando os treinamentos estavam indo tão bem. Voltando para Manchester para ser totalmente analisado, mas as primeiras informações são as de que não é nada preocupante", escreveu o atleta de 27 anos de idade.

Rooney também poderá desfalcar o United na final da Supercopa da Inglaterra, contra o Wigan, marcada para dia 11 de agosto, e na estreia no Campeonato Inglês. Vale lembrar que rumores sobre sua saída de Old Trafford são constantemente veiculados na imprensa internacional.

Técnico do Chelsea, José Mourinho afirmou que gosta de Rooney. "Ele é um jogador do qual gosto muito, mas não posso falar muito mais do que isso. Sendo rápido e direto, gosto dele, mas ele é um atleta do Manchester United", esquivou-se o treinador português em coletiva de imprensa.

No entanto, a diretoria do United não tem a intenção de negociá-lo, pelo menos por enquanto. Moyes, por exemplo, deixou clara a situação de Rooney no clube: "Ele não está à venda", sentenciou, antes de compará-lo com outros ídolos dos Red Devis , como Bobby Charlton.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.