São Paulo define sexta-feira como prazo para anunciar novo técnico

Por Pedro Taveira - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

João Paulo de Jesus Lopes, vice-presidente do clube, despista sobre interesse em Paulo Autuori e Muricy Ramalho

Carlos Moraes / Agência O Dia
Paulo Autuori se desligou do Vasco no início da semana e é o favorito para assumir o São Paulo

O São Paulo irá anunciar seu novo treinador até a próxima sexta-feira. Evitando citar nomes ou se os candidatos já foram procurados, o vice-presidente do clube João Paulo de Jesus Lopes apenas afirmou que o jogo desta quarta-feira contra o Bahia será o último de Milton Cruz como técnico interino.

LEIA: Milton Cruz se diz pronto no São Paulo, mas descarta virar técnico efetivo agora

“Venho conversando com o presidente Juvenal (Juvêncio) e o Adalberto. Estamos formando nossa opinião. Por enquanto não temos nada oficial, mas tenho convicção de que até sexta-feira iremos anunciar o nome do novo treinador”, disse Jesus Lopes na chegada da delegação são-paulina para a partida com o Bahia.

O dirigente não quis dizer se o futuro técnico do São Paulo já foi procurado para conversar. Muricy Ramalho, nome preferido da torcida tricolor, afirmou recentemente que não foi contatado. Paulo Autuori, favorito para a diretoria, se desligou do Vasco no início da semana, mas ainda não assinou sua rescisão por ter valores a receber da equipe carioca.

“São questões internas, não vamos revelar detalhes”, falou Jesus Lopes. “(Paulo Autuori) é um excelente nome, como também é o de Muricy”, completou.

Vice-presidente jurídico do São Paulo, Carlos Augusto de Barros, o Leco, negou seja o responsável por uma possível restrição ao nome de Muricy dentro da cúpula tricolor. O técnico foi tricampeão brasileiro com o time entre 2006 e 2009, mas foi despedido depois de ver a relação desgastar com sucessivos fracassos na Copa Libertadores.

MAIS: Sem Ney Franco, São Paulo sofre para emplacar técnico desde 2009

“Jamais me manifestei e jamais teria razões pra fazer, pois o assunto não é da minha alçada. Escolha do treinador e coisas ligadas ao futebol são assunto do presidente Juvenal, do vice Jesus Lopes e do diretor Adalberto Baptista. Não fui consultado e não conversamos a respeito. Não houve nada e não tenho nenhuma restrição ao Muricy”, afirmou Leco.

São Paulo e Bahia se enfrentam às 21h desta quarta em duelo antecipado da 11ª rodada do Brasileirão.

Leia tudo sobre: são paulobrasileirãoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas