Presidente do Fluminense exalta acordo de 35 anos com Maracanã

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Clube vai pode mandar seus jogos durante os próximos 35 anos e terá metade do investimento para o novo CT pago pelos gestores do estádio

Gazeta Press
Peter Siemsen, presidente do Fluminense

A diretoria do Fluminense anunciou nesta quarta-feira o acordo com o consórcio que gerencia o Maracanã. O clube vai pode mandar seus jogos durante os próximos 35 anos e terá metade do investimento para o novo Centro de Treinamento pago pelos gestores do estádio. O presidente Peter Siemsen falou sobre longo prazo do acerto e destacou que ambos os lados pensaram em evitar possíveis prejuízos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Cabe aos executivos trabalhar com saídas e condições que antevejam crescimento ou crises. Não há garantia de que o calendário não mude neste príodo. Não é fácil negociar 35 anos, mas é um trabalho que estamos conversando há muito tempo. Criamos um modelo quase como um contrato de câmbio futuro de dólar: cria-se um teto e um limite para baixo. Com isso o clube se sente seguro de entrar no modelo", disse.

Entre as vantagens, o Fluminense terá um vestiário exclusivo e o direito de explorar comercialmente 56% da ocupação do estádio por jogo, que é a renda relativa a 43 mil ingressos que o clube poderá vender. Em relação ao preço das entradas, Siemsen afirmou que somente em 2014 poderá colocar um valor fixo.

"Isso vai depender do planejamento da temporada. Fizemos um contrato no meio deste campeonato e somente a partir do ano que vem teremos um modelo ideal em relação à venda dos ingressos e seus valores", declarou.O clube não terá direito no comércio de bares, restaurantes e estacionamentos, além do restante dos ingressos, que ficará a cargo do consórcio. No entanto, o Fluminense não vai ter que pagar qualquer tipo de taxa de uso do Maracanã.

Para a torcida, a grande novidade será a implantação do lado fixo. Os tricolores vão entrar sempre pela rampa da Uerj. Antes, torcedores de Flamengo e Vasco tinham a preferência de posicionamento dentro do Maracanã.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: fluminensepeter siemsenmaracanã

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas