Jô quer acabar com jejum de gols contra Newell's antes dos 20 minutos

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Atlético-MG recebe time argentino no Independência pela Libertadores precisando reverter desvantagem de 2 a 0 do primeiro duelo

Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro
Jô, atacante do Atlético-MG

O atacante Jô é um dos artilheiros da Libertadores com seis gols marcados, mas vive um jejum de quase dois meses sem balançar as redes. O jogador quer mudar a situação nesta quarta-feira, no compromisso do Atlético-MG diante do Newell's Old Boys pela semifinal da Libertadores. Jô argumenta que será importante fazer um gol antes dos 20 minutos iniciais, mas quer o time atuando com paciência.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O pensamento é conseguir fazer o primeiro gol em 20 minutos, mas o jogo tem 90. É paciência, e pressão desde começo", disse Jô, confiante em voltar a marcar gols. "Tenho que me cobrar. Meu último gol foi contra o Cruzeiro na final. Um atacante não pode ficar tanto tempo sem marcar. Uma hora o gol sai. Espero que seja na quarta-feira. Todos acreditam em mim", declarou.

Para Jô, o duelo contra os argentinos é um dos principais da carreira. "Se não é a partida mais importante da minha vida, é uma das mais importantes. Todo mundo precisa de um atacante que seja decisivo. Preciso estar concentrado para poder fazer a diferença", comentou.

O avante atleticano afirma que a confiança na classificação do Atlético-MG é total, mesmo com o clube precisando vencer por três gols de diferença. "A gente vê no semblante de cada um que a confiança é muito grande, sempre respeitando o Newell’s. Em casa, temos a torcida, a força ofensiva, um elenco muito bom. Temos que entrar pensando em primeiro fazer um gol, depois outro, e ter atenção para não tomar gol", concluiu.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: Atlético-MGLibertadores

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas