Para evitar aborrecimento, Forlán nega fim de carreira no Uruguai

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Jogador do Internacional disse que não quer passar pela mesma situação de Loco Abreu, que foi afastado no Nacional

Bruno Magalhaes/AP
Forlán perdeu pênalti contra o Brasil na Copa das Confederações

Melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, Diego Forlán ainda não conseguiu encaixar uma boa sequência pelo Internacional. Desta forma, foi cogitado que o atacante de 34 anos encerraria sua carreira no futebol uruguaio, mas o jogador desmentiu os boatos nesta sexta-feira. Ele se lembrou do caso de Loco Abreu, que foi recentemente afastado do Nacional, para justificar sua escolha.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Não viramos outros jogadores do dia para a noite. É injusto. Não gostaria de viver isso. Fiquei triste com o que aconteceu com Seba (Loco Abreu). Se acontecesse comigo, me machucaria ainda mais", esclareceu Forlán em entrevista à radio uruguaio Sport890.

Torcedor declarado do Peñarol, Forlán lamentou a cobrança assídua dos uruguaios, o que impediria seu retorno ao país. "Adoraria jogar no Uruguai para desfrutar os últimos anos da minha carreira, mas as pessoas não vêm isso dessa maneira. Elas cobram da mesma maneira que você tenha 20 ou 25 anos ou 35 ou 36".

Para ter um fim de carreira mais tranquilo, o atacante planeja jogar em cenários onde não exista tanta pressão por resultados. Forlán manifestou o desejo de jogar no futebol árabe ou ainda conhecer a Major Leagui Soccer, o rico campeonato dos Estados Unidos.

Leia tudo sobre: Uruguaiforlaninternacionalloco abreuuruguaipenarol

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas