Novo técnico do Grêmio, ídolo da torcida gaúcha, retorna ao comando do time justamente para enfrentar a última equipe que treinou

A grande atração do jogo entre Atlético-PR e Grêmio , neste sábado, às 18h30 (de Brasília), na Vila Capanema, estará fora de campo: é Renato Gaúcho, maior ídolo da torcida do Tricolor Gaúcho, que reestreia como técnico gremista. O Furacão, curiosamente, foi o último clube no qual ele trabalhou, em parte do Brasileirão de 2011. A partida marca o retorno do Brasileirão após a parada para a Copa das Confederações.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Renato Gaúcho foi apresentado como novo técnico do Grêmio
Flickr oficial do Grêmio
Renato Gaúcho foi apresentado como novo técnico do Grêmio

Renato chega ao Grêmio sem realizar grandes mudanças táticas. Para ele, a principal mudança na equipe neste recomeço de campeonato deve ser anímica: "temos aqui grandes jogadores. Talvez esteja faltando só um empurrãozinho. O grupo do Grêmio tem jogadores experientes, tem jogadores jovens, tem jogadores acima da média. Com alegria e confiança o grupo rende muito mais. Foi isso que eu trouxe ao Grêmio em 2010, e a torcida pode ficar tranquila", disse ele, em sua coletiva de apresentação como técnico gremista.

A volta da confiança da equipe já pôde ser medida no primeiro jogo-treino sem Vanderlei Luxemburgo no comando. Contra o São Paulo-RS, de Rio Grande, nesta quarta, Barcos marcou um gol de cabeça e Kleber fez outro na vitória por 2 a 0 - os dois vinham apresentando dificuldades em ir às redes nos tempos de Luxa. "Pode ter certeza que ele vai voltar a fazer gols", prometeu Renato, a respeito do centroavante argentino.

O primeiro time de Renato, por sinal, tem a mesma formatação tática do que fez sucesso no returno do Brasileirão de 2010: um 4-4-2 em losango. A formação não é nova no elenco: Vanderlei Luxemburgo, contra o Vitória, escalou o meio-campo exatamente deste modo: Adriano posicionado à frente da defesa, Souza e Guilherme Biteco numa segunda linha e Zé Roberto mais adiantado.

O time tem desfalques. Riveros ainda não apareceu no BID como jogador gremista, Elano está lesionado e Pará suspenso. Ainda assim, o meio deve ter o 4-4-2 em losango mantido, mesmo que Riveros e Elano estejam em campo nas próximas partidas, e mesmo que Adriano e Guilherme Biteco deixem o time titular.

O Furacão não conseguiu bons resultados nas cinco primeiras rodadas e, embora até tenha apresentado um bom futebol em alguns momentos, pecou em detalhes e por isso somou apenas cinco pontos. Por isso, a intertemporada apareceu em um momento importante, para abrir espaço para a entrada reforços e mais algumas mudanças no time.

Um dos destaques do time sub-23 que ficou com o vice-campeonato estadual, o meia Zezinho aparece pela primeira vez como titular do time profissional. O experiente Paulo Baier, volta para o banco de reservas. Além dele, outra novidade no setor será o volante Bruno Silva, recém-contratado da Ponte Preta, que aproveitará a ausência de Deivid, com uma lesão no joelho, para estrear. Léo, em fase final de recuperação de lesão na coxa esquerda, será substituído por Jonas.

Encerada a pausa, fundamental para reflexão, o goleiro Weverton quer começar uma arrancada com vitória sobre os gaúchos. "Foi importante para analisar o desempenho nos cinco primeiros confrontos. Será importante vencer na reestreia, assim como ter uma boa sequência de partidas. Porém, não podemos deixar de lado o pensamento de jogo a jogo e ter foco total no Grêmio, um adversário difícil e qualificado", concluiu.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR X GRÊMIO

Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 06 de julho de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Marco Antônio de Mello Moreira (ambos de GO)

GRÊMIO: Dida; Pará, Werley, Bressan e Alex Telles; Adriano, Souza, Guilherme Biteco e Zé Roberto; Vargas e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonas, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, João Paulo, Felipe, Zezinho e Everton; Éderson
Técnico: Ricardo Drubscky

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.