Piloto inglês disse que teve treinos desastrosos na sexta e na manhã deste sábado, mas recuperou e larga em primeiro em Nurburgring

Lewis Hamilton comemora pole position na Alemanha
Lars Baron/Getty Images
Lewis Hamilton comemora pole position na Alemanha

A expectativa para o treino classificatório do Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1 era por um duelo caseiro entre Sebastian Vettel e Nico Rosberg. Mas quem ficou com a pole position foi o britânico Lewis Hamilton, que não foi bem nos treinos livres, mas melhorou de ritmo na atividade e garantiu a primeira colocação do grid.

Leia mais:  Hamilton bate Vettel no fim e fica com a pole na Alemanha. Massa larga em 7º

Hamilton assegurou a pole position com a marca de 1min29s398, com pequena vantagem sobre Vettel, segundo colocado com 1min29s501. Mark Webber aparece em terceiro, seguido por Kimi Raikkonen, Romain Grosjean e Daniel Ricciardo. Rosberg foi mal na atividade, acabou eliminado no Q2 e larga apenas em 11º.

"É realmente impressionante. Eu tive problemas desde o primeiro treino livre. O segundo e o terceiro treinos foram desastres, não estava nem um pouco confortável com o carro. Mas trabalhamos duro, tentamos analisar tudo e fizemos muitas mudanças antes da classificação. Por sorte, o carro me ajudou", disse Hamilton.

Para a corrida o piloto britânico acredita que os rivais da Red Bull serão os principais concorrentes na briga pela vitória, mas espera que os problemas da Mercedes com o alto desgaste de pneus tenham ficado para trás.

"Esses caras estão muito bem nas saídas longas. Mas torço para que a nossa configuração seja tão boa para a corrida e possamos dar trabalho a eles", afirmou Hamilton, que ainda briga por sua primeira vitória na Mercedes.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.