Rumo ao Náutico, Berna se despede com sonho de retornar ao Fluminense

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O goleiro conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro, um da Copa do Brasil e um do Campeonato Carioca pelo time das Laranjeiras

Wallace Teixeira/Photocamera
Ricardo Berna vai defender o Náutico

Criado nas categorias de base do Guarani e com diversas passagens pelo interior de São Paulo, Ricardo Berna encontrou no Fluminense seu lar no futebol. Aos 34 anos e à sombra de Diego Cavalieri, o goleiro decidiu se transferir para o Náutico, mas deixa claro que ainda quer ajudar o Tricolor no futuro, atuando fora dos gramados.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Berna conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro, um da Copa do Brasil e um do Campeonato Carioca pelo time das Laranjeiras. As vitórias atingidas no Flu, entretanto, não se restringem aos troféus levantados. De acordo com o arqueiro, o Flu e a torcida foram responsáveis pelos melhores momentos de sua vida.

"O Fluminense proporcionou muitas coisas na minha carreira. Aqui eu consegui dar passos largos que me projetaram, me abriram muitas portas. Com certeza foi aqui que consegui as minhas maiores conquistas. É um grande clube, com uma torcida imensa e apaixonada. Quando eu cheguei, buscavam um modelo mais profissional e eu participei desse processo", exaltou.

Leia mais: Fluminense sofre com problemas financeiros e atrasa salários

A admiração e o carinho com o Fluminense são tão intensos, que Ricardo Berna já projeta o retorno às Laranjeiras. Além de se dedicar nos treinos, o goleiro, que já se diz com saudades, resolveu voltar às salas de aula para poder atuar como membro de comissão técnica ou diretoria depois de pendurar as luvas.

"Cada vez mais eu venho pensando no pós-futebol. Cursei faculdade de Educação Física e estou fazendo um curso de gestão esportiva. Com essas capacitações e a experiência da carreira, espero ajudar no desenvolvimento do esporte. Quem sabe um dia eu possa voltar ao Fluminense para dar continuidade a minha história, mas também penso que posso contribuir com nosso País e até mesmo com o futebol em outras nações", finalizou.

Leia tudo sobre: naúticofluminensericardo bernamercado da bola

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas