Florentino Pérez pede R$ 88 milhões e trava ida de Higuaín ao Arsenal

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente do Real Madrid exige uma oferta superior a 30 milhões de euros, R$ 88 milhões para liberar o argentino

SUSANA VERA/REUTERS/Newscom
Higuaín tem ida travada para o Arsenal

Se na última quinta-feira a transferência do atacante Gonzalo Higauín ao Arsenal era dada como certa, nesta sexta se torna mais difícil. De acordo com o jornal Marca, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, surge como novo empecilho para a negociação do jogador com os Gunners.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Segundo o periódico, Florentino exige uma oferta superior aos 30 milhões de euros (R$ 88 milhões) pelo atleta, que só recebeu uma proposta de 27 milhões de euros (R$ 79 milhões). Desta forma, o negócio que parecia certo pode melar.

Na última quinta, o canal Fox Sports noticiou que Real Madrid e Arsenal haviam chegado a um acordo e que o clube merengue liberaria Higuaín. Nesta sexta, no entanto, surge a informação de que Florentino não aceitará uma proposta abaixo dos 30 milhões de euros (R$ 88 milhões), já que o atacante ainda possui mais três anos de contrato. Somado a isso, o desejo do novo técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, em contar com o jogador pode dificultar a ida de Higuaín ao Arsenal.

Curiosamente, no fim da última temporada, o argentino revelara que não havia mais chance de ele permanecer no Real Madrid. Nos últimos dias, entretanto, Florentino teria dito que "se não pagarem, Higauaín vai continuar no Real Madrid se quiser ou não".

Leia tudo sobre: HiguaínReal MadridArsenalespanhafutebol mundialinglaterra

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas