Torneio tem média de 10.813 torcedores por jogo, mas número deve subir com liberações de Mané Garrincha, Mineirão, Castelão, Fonte Nova, Arena Pernambuco e Maracanã

As cinco primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, disputadas antes da Copa das Confederações, registraram média de público de 10.813 torcedores por partida. E as arenas usadas justamente no torneio da Fifa são a esperança para melhorar este número a partir do próximo final de semana, quando a competição nacional volta a ser disputada.

LEIA:  Estádios têm mais de 80% de ocupação durante a Copa das Confederações

Uso dos estádios da Copa do Mundo de 2014 deve impulsionar média de público no Brasileirão
Clive Mason/Getty Images
Uso dos estádios da Copa do Mundo de 2014 deve impulsionar média de público no Brasileirão

Ao contrário do Brasileirão, a Copa das Confederações encheu as arquibancadas dos estádios Mané Garrinha, Mineirão, Castelão, Fonte Nova, de Pernambuco e do Maracanã: foi uma média de 50.291 torcedores por jogo. E com exceção do palco da final, que estará à disposição em 21 de julho, todos já foram liberados para o campeonato nacional.

Apenas a arena em Brasília já foi usada já no torneio. Foi a partida de abertura do torneio entre Santos e Flamengo e jogo de melhor do campeonato até aqui: 63.501 pagantes. Não por coincidência, o clube carioca irá mandar o duelo do próximo sábado contra o Coritiba no local. Mais de 41 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente para este confronto.

MAIS:  Dinamite confirma jogo entre Vasco e Flamengo no Mané Garrincha

Santos e Flamengo em Brasília registrou maior público da atual edição do campeonato: 63.501
Adalberto Marques/Agif/Gazeta Press
Santos e Flamengo em Brasília registrou maior público da atual edição do campeonato: 63.501

Em seus outros dois compromissos como mandante, os flamenguistas registraram públicos de 8.932, contra a Ponte Preta em Juiz de Fora, e 5.033 diante do Náutico em Florianópolis.

O Cruzeiro já fez sua estreia no Mineirão, mas não pôde jogar lá no Brasileirão por causa da Copa das Confederações. A solução foi mandar jogos em Sete Lagos, interior de Minas Gerais, e resultado foi um público abaixo do esperado em partidas contra Corinthians e Internacional. A “volta para casa” anima a diretoria celeste.

“A gente vinha com uma média muito boa no Mineirão. É uma grande atração para a torcida. Temos 30 mil sócio-torcedores, que garantem um bom público. E o investimento do Cruzeiro nesta temporada, contratando 14 atletas, devolveu ao nosso torcedor a vontade de acompanhar os jogos. Com o fechamento há dois anos e meio passamos um período crítico. A receita caiu de forma absurda e tivemos um prejuízo de R$ 30 milhões só em bilheteria”, explicou Guilherme Mendes, diretor de comunicação cruzeirense.

E TAMBÉM: Fluminense confirma que mandará o jogo contra o Inter em Macaé

Situação semelhante viveu o Bahia, que viu quase 40 mil torcedores acompanharem a reinauguração da Fonte Nova, mas, sem a arena e jogando no Pituaçu, ostenta média de apenas 9.317 no Brasileirão.

A Arena Pernambuco também será explorada. O Náutico abandonou o estádio dos Aflitos, onde conseguiu média de 11.718 torcedores, e irá mandar todos seus jogos no palco recém-inaugurado. A estreia será no sábado contra a Ponte Preta. E, enquanto o Maracanã não está livre, Botafogo e Fluminense duelarão também no Recife neste domingo.

MAISFlamengo completa três meses sem jogar no Rio e adota DF na caça por público

O Castelão será o único dos novos estádios a ficar fora da Série A. Quem irá jogar no local é o Ceará, que disputa a segunda divisão nacional.

PÚBLICO APÓS CINCO RODADAS NO BRASILEIRÃO 2013
TIME MÉDIA TIME OCUPAÇÃO
1- Corinthians  28.176 1- Cruzeiro 74%
2- Santos* 24.669  2- Corinthians 70%
3- Goiás 18.446  3- Criciúma 66%
4- Coritiba 15.519  4- Náutico 59%
5- Cruzeiro 14.204  5- Bahia 57%
6- Grêmio 13.714  6- Santos 47%
7- Criciúma 13.177  7- Atlético-PR 43%
8- Náutico 11.718  8- Coritiba 42%
9- Bahia 9.317  9- Atlético-MG 40%
10- São Paulo 8.486  10- Goiás 37%
11- Atlético-MG 8.292  11- Flamengo 35%
12- Vitória 7.815 12- Grêmio 31%
13- Flamengo 6.983 13- Ponte Preta 22%
14- Atlético-PR 6.176  14- Vitória 19%
15- Internacional 5.742  15- Internacional 19%
16- Ponte Preta 4.387  16- Vasco 18%
17- Vasco 4.151  17- Fluminense 12%
18- Botafogo 1.936  18- São Paulo 12%
19- Fluminense 1.867  19- Botafogo 10%
20- Portuguesa 1.709 20- Portuguesa 8%

*mandou jogo contra o Flamengo em Brasília

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.