De acordo com rádio Globo, treinador deixará comando da equipe mesmo em caso de vitória na partida de domingo no Morumbi, válida pelo Brasileirão

Ney Franco, técnico do São Paulo
Rubens Chiri/saopaulofc.net
Ney Franco, técnico do São Paulo

Os dias de Ney Franco no comando do time do São Paulo estão contados. De acordo com a rádio Globo , o treinador será demitido pelo clube após o clássico do próximo domingo contra o Santos, no Morumbi, pelo Brasileirão. Mesmo em caso de vitória.

LEIA: Ney Franco se exime de culpa em derrota: 'Não posso ir dar o passe'

O clima entre técnico e equipe ficou insustentável depois da derrota por 2 a 1 para o Corinthians na última quarta-feira, primeira partida da Recopa Sul-Americana. Após o jogo, Ney Franco disse que o time atuou mal e não poderia ser culpado pelo revés.

A informação da demissão dada pela rádio Globo não é oficial, mas, segundo a emissora, uma fonte de dentro do São Paulo confirmou o fato. Seria, assim, uma forma de evitar que o maior rival da atualidade seja responsável pela derrubada do treinador. Dirigentes do clube do Morumbi não foram localizados por telefone para comentar o assunto.

MAIS:  Sem padrão tático, Ney Franco volta a improvisar em derrota para o Corinthians

O elenco são-paulino se dividiu em dois grupos no treino da tarde desta quinta-feira. Os titulares ficaram no Reffis, ao passo que os reservas, incluindo Paulo Henrique Ganso, fizeram um trabalho técnico sob orientação do preparador físico José Mário Campeiz, o Zé Mário.

A atividade em campo foi acompanhada à distância por Ney Franco. O treinador, que no Morumbi transferiu a responsabilidade do revés aos erros técnicos de seus jogadores, assistiu à movimentação do banco de reservas, acompanhado de Éder Bastos - o auxiliar é quem geralmente comanda os trabalhos.

*com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.