Jô viu quarteto bem marcado, mas aposta em reviravolta no Horto

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante do Atlético-MG acredita que o time ainda pode reverter a vantagem, após perder por 2 a 0 para o Newell's Old Boys

Daniel Jayo/AP
Jô tenta passar pela marcação de Santiago Vergini em ataque atleticano

Os jogadores do Atlético-MG já estão de volta a Belo Horizonte após o revés por 2 a 0, para o Newell’s Old Boys, pela semifinal da Libertadores. O discurso dos jogadores atleticanos é que ainda é possível reverter a vantagem dos argentinos e chegar a grande decisão da principal competição de clubes da América.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O avante Jô afirma que o principal problema do Galo foi o quarteto ofensivo, que atuou de forma muita defensiva, principalmente Tardelli e Bernard. "Fomos bem marcados, mas acho que o Bernard e o Tardelli foram mais exigidos defensivamente do que ofensivamente. A preocupação era marcar bem para não tomar os gols, e por isso eles não conseguiram fazer grandes jogadas como são acostumados", disse Jô.

Leia mais: Cuca reconhece força do Newell’s em casa e culpa arbitragem

Apesar de admitir que o Atlético-MG teve uma noite ruim, Jô segue confiante na classificação do Galo no jogo de volta, marcado para quarta-feira, no estádio Independência. "Temos confiança, todos que passam por aqui estão de cabeça erguida, não tem ninguém cabisbaixo. Todos estão confiantes porque um acredita e confia no outro e isso é o mais importante para ter a cabeça no lugar", declarou.

O avante alvinegro aposta que a força da torcida do Galo no Horto será decisiva para reverter a situação. "Claro que o placar de 2 a 0 é difícil, mas dentro de casa a gente já provou que é capaz de reverter. É ter calma, tranquilidade e paciência porque ainda não tem nada perdido, pois temos mais 90 minutos", afirmou.

Scocco celebra gol de falta, o segundo do Newell's sobre o Atlético-MG no jogo. Foto: Getty ImagesRonaldinho protege a bola marcado por Diego Mateo. Foto: Daniel Jayo/APMaxi Rodriguez comemora gol do Newell's Old Boys. Foto: Getty ImagesDiego Tardelli passa por Santiago Vergini e deixa marcador no chão. Foto: Daniel Jayo/APRicharlyson recebe orientação de Cuca durante a partida. Foto: Daniel Jayo/APO goleiro Nahuel Guzman sai nos pés de Bernard e desarma meia atleticano. Foto: Eduardo Di Baia/APBernard lamenta chance de gol desperdiçada. Foto: Eduardo Di Baia/APJô tenta passar pela marcação de Santiago Vergini em ataque atleticano. Foto: Daniel Jayo/APTorcedores do Atlético-MG marcam presença na Argentina. Foto: Eduardo Di Baia/AP


Leia tudo sobre: atlético-mgnewell's old boyslibertadores

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas