Cuca reconhece força do Newell’s em casa e culpa arbitragem

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Não é choro, mas na dúvida é tudo contra", justificou o técnico do Atlético-MG após a derrota

O técnico Cuca não conseguiu esconder o abatimento com a derrota do Atlético_MG por 2 a 0 para o Newell’s Old Boys no jogo de ida da semifinal da Libertadores. O treinador reconheceu que o time argentino é muito forte dentro de casa, mas afirma que seu time não fez uma partida ruim, atribuindo o revés a atuação da arbitragem.

Comente esta notícia com outros torcedores

"A gente sabia que seria um jogo complicado. O time deles dentro de casa tem uma força muito grande de ataque, com os laterais, com os atacantes, e sai jogando muito bem. Vieram no calor da torcida. Fizemos um primeiro tempo bem equilibrado, perdendo a chance mais clara da partida. Na segunda etapa fomos melhores que o Newell’s", analisou.

Scocco celebra gol de falta, o segundo do Newell's sobre o Atlético-MG no jogo. Foto: Getty ImagesRonaldinho protege a bola marcado por Diego Mateo. Foto: Daniel Jayo/APMaxi Rodriguez comemora gol do Newell's Old Boys. Foto: Getty ImagesDiego Tardelli passa por Santiago Vergini e deixa marcador no chão. Foto: Daniel Jayo/APRicharlyson recebe orientação de Cuca durante a partida. Foto: Daniel Jayo/APO goleiro Nahuel Guzman sai nos pés de Bernard e desarma meia atleticano. Foto: Eduardo Di Baia/APBernard lamenta chance de gol desperdiçada. Foto: Eduardo Di Baia/APJô tenta passar pela marcação de Santiago Vergini em ataque atleticano. Foto: Daniel Jayo/APTorcedores do Atlético-MG marcam presença na Argentina. Foto: Eduardo Di Baia/AP


Cuca criticou duramente a arbitragem do chileno Enrique Osses, que segundo ele, teria prejudicado bastante o Atlético na partida. O comandante reclama de um gol marcado pelo avante Jô, que foi anulado pela arbitragem alegando impedimento milimétrico do atacante alvinegro. O treinador afirma que na dúvida o tento deveria ter sido validado.

"Não é choro, mas na dúvida é tudo contra. É lateral nosso que vai para eles, falta que não é, e gera gol, falta que é, e não é dada, então é muito complicado. Na dúvida pede-se para seguir. Uma arbitragem muito ruim, tendenciosa contra a gente de todas as formas. A arbitragem foi para um lado só, e isso fez a diferença no jogo", declarou.

Leia tudo sobre: cucaatletico-mgnewells old boysenrique osseslibertadores

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas