Paulinho não enfrenta São Paulo, mas promete ver decisão no Pacaembu

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Volante campeão da Copa das Confederações com o Brasil vai defender o Tottenham

Luís Moura/Gazeta Press
Paulinho chorou ao anunciar sua despedida do Corinthians

Após anunciar sua saída do Corinthians na tarde desta segunda-feira, no CT Joaquim Grava, o volante Paulinho confirmou as expectativas e divulgou que não atuará nos jogos contra o São Paulo, pela Recopa Sul-americana. Apesar do desejo de jogar, o meio-campista destacou que seu novo clube, Tottenham Hotspur, da Inglaterra, não permitiu que o atleta entrasse em campo.

Comente esta notícia com outros jogadores

"Não vou jogar, pois o Tottenham fez essa exigência. São coisas contratuais, então não há muito o que ser discutido. É uma decisão que todos respeitamos. A vontade de jogar é enorme, gigante, mas precisamos acatar o combinado. Foi dessa forma que foi conduzido", explicou.

O primeiro embate da decisão do torneio continental será realizado nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no Morumbi, enquanto o duelo derradeiro ocorre duas semanas mais tarde, no mesmo horário, no Pacaembu. Titular em jogo-treino contra o Audax, na última sexta-feira, e em coletivo, Guilherme deve ficar com a vaga de Paulinho.

Leia mais: Sem Paulinho na armação, atacantes do Corinthians têm pressão maior

"Conversei com todos os meus companheiros, mas vou retornar ainda para me despedir definitivamente. Nesta quarta-feira não poderei ir ao Morumbi, mas dia 17 estarei torcendo no Pacaembu. Tenho certeza de que o Corinthians irá em busca de mais um título importantíssimo. Vamos curtir esse pouco tempo que ainda existe", encerrou.

Destaque do Bragantino no Campeonato Paulista de 2010, Paulinho chegou ao Corinthians logo após o término da competição estadual. Sob comando de Mano Menezes e, posteriormente, Tite, o volante se firmou como titular e foi peça fundamental nos títulos do Brasileiro (2011), Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012) e Paulista (2013). Ao todo, são 34 gols em 167 jogos.

Leia tudo sobre: paulinhocorinthiansrecopapacaembutottenham

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas