Após demissão de Luxemburgo, Grêmio anuncia retorno de Renato Gaúcho

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ídolo do clube como jogador, treinador retorna ao cargo depois de dois anos para sua segunda passagem no comando da equipe

Gazeta Press
Renato Gaúcho está de volta ao Grêmio

O Grêmio não demorou muito tempo para encontrar um novo técnico. Após a demissão de Vanderlei Luxemburgo no sábado, o time de Porto Alegre anunciou nesta segunda-feira a confirmação do acordo com Renato Gaúcho. O treinador tem chegada prevista para terça-feira à capital do Rio Grande do Sul para assinar contrato e ser apresentado, acompanhado do preparador físico Alexandre Mendes e de um auxiliar técnico.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Ídolo gremista nos tempos de jogador, Renato Gaúcho dirigirá o clube pela segunda vez. A primeira passagem teve início em agosto de 2010, quando chegou para substituir Silas. Sob seu comando, o time deixou a parte de baixo da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e acabou conquistando vaga na Libertadores do ano seguinte.

A trajetória teve fim em junho de 2011, após a eliminação na competição sul-americana, a perda do título estadual e uma série de maus resultados no Brasileirão. O retrospecto do treinador neste período de quase um ano à frente do Grêmio foi de 34 vitórias, 16 empates e 16 derrotas em 66 jogos.

Ainda em 2011, Renato Gaúcho assumiu o Atlético-PR, mas acabou pedindo demissão do cargo no dia 1º de setembro, menos de dois meses depois de ser contratado. Esse foi seu último trabalho como treinador até o anúncio do retorno ao Grêmio.

Como jogador, Renato Gaúcho escreveu seu nome na história do Grêmio com as conquistas da Libertadores e do Mundial de 1983. Naquele período, o presidente do clube era Fábio Koff, que voltou ao posto de mandatário após vencer as eleições e outubro de 2012.

Leia tudo sobre: GrêmioRenato Gaúcho

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas