Lateral-direito deixou o Sport há um mês e meio e vai jogar no Sivasspor, da Turquia. Equipe é treinada por Roberto Carlos, companheiro de Cicinho no Real Madrid em 2006

Cicinho foi negociado com o Sivasspor e será treinado por Roberto Carlos
Divulgação
Cicinho foi negociado com o Sivasspor e será treinado por Roberto Carlos

Sem clube desde que deixou o Sport, há um mês e meio, Cicinho acertou nesta segunda-feira um contrato de dois anos com o Sivasspor-TUR. A contratação do lateral direito foi um pedido de Roberto Carlos, técnico da equipe turca. Os dois jogaram juntos no Real Madrid e disputaram a Copa do Mundo de 2006.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Ser dirigido pelo Roberto Carlos, que é um amigo e vitorioso em tudo o que faz, me deixa muito motivado e feliz", disse Cicinho. "Tive outras ofertas do Brasil, de clubes grandes e com potencial, mas optei por voltar para a Europa", completou o lateral, que viaja já nesta quarta para a Turquia.

O próprio Roberto Carlos fez questão de comemorar a contratação de Cicinho. A negociação ocorreu nos últimos dias, enquanto o lateral vinha treinando em Pradópolis (SP), sua cidade natal.

"A chegada dele é gratificante para mim. É um grande jogador, amigo e fará parte desse novo projeto. Vai nos ajudar muito e mostrará o seu bom futebol. Vinha o observando no Sport, colhi informações e decidimos que seria uma boa contratação", explicou.

Cicinho tem 33 anos e passagens por Atlético-MG e Botafogo. Mas foi no São Paulo, em 2005, que viveu o melhor momento da carreira, vencendo o Mundial de Clubes e a Libertadores. Em seguida, acabou negociado com o Real Madrid e passou por Roma e Villareal. Em 2010, voltou ao clube do Morumbi por empréstimo, mas não conseguiu desenvolver o mesmo futebol da primeira passagem.

Na temporada passada, já como atleta do Sport, ele admitiu em diversas entrevistas que havia se tornado alcoólatra ao longo dos anos anteriores e atribuiu a queda de rendimento à doença. No entanto, garantiu nas mesmas ocasiões que havia superado o problema, depois de se tornar evangélico.

Roberto Carlos foi apresentado como técnico do Sivasspor no começo do mês passado, em evento que contou com a presença de cinco mil torcedores. A equipe ficou em quinto lugar na última edição do Campeonato Turco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.