Cruzeiro negocia contrato de patrocínio com a Caixa Econômica Federal

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Atual compromisso com o BMG rende cerca de R$ 12 milhões anuais, o que significa que acerto com a Caixa vai garantir um reajuste importante para os cofres mineiros

Washington Alves/VIPCOMM
Contrato com a BMG rende R$ 12 milhões por temporada ao Cruzeiro

O Cruzeiro pode mudar de patrocinador nos próximos dias. A equipe é patrocinada pelo Banco BMG, mas negocia com a Caixa Econômica Federal e o acordo entre as partes estaria próximo de ser fechado. O atual contrato de patrocínio máster só termina em 2014, mas a cúpula celeste acredita que não terá problemas para rescindir este vínculo de forma amigável.

As negociações para o acordo com a Caixa devem ser finalizadas no início do mês de julho. O acerto só não vai acontecer antes por que o time faz intertemporada nos Estados Unidos e vários dirigentes acompanham o elenco na América do Norte. No retorno da equipe, as conversas devem prosseguir com a assinatura do contrato.

O clube confirma a informação que o clube negocia com a Caixa Econômica Federal, mas os valores ainda não foram divulgados. O atual compromisso com o BMG rende cerca de R$ 12 milhões anuais, o que significa que o acerto com a Caixa vai garantir um reajuste importante para os cofres mineiros.

O namoro entre Cruzeiro e Caixa Econômica Federal já vem ocorrendo há algum tempo, e o acerto só não aconteceu ainda porque a instituição financeira pretendia patrocinar também o Atlético-MG, mas o acordo parece longe de acontecer.

Leia tudo sobre: Cruzeirobrasileirão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas