Tardelli crê em dificuldade para Atlético-MG buscar gol na Argentina

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Time mineiro inicia disputa por vaga na decisão da Libertadores no dia 3 de julho, atuando fora de casa contra o Newell's Old Boys

AP
Diego Tardelli, atacante do Atlético-MG

O regulamento da Libertadores prevê o gol qualificado, por isso, os jogadores do Atlético-MG trabalham com a possibilidade de marcar pelo menos um gol no confronto de ida contra o Newell’s Old Boys, pela semifinal da principal competição de clubes da América. O duelo ante os argentinos será realizado no dia 3 de julho, em Rosário.

O atacante Diego Tardelli destaca a importância do gol marcado fora de casa, e lembra o duelo contra os mexicanos do Tijuana. Na ocasião, o Galo marcou dois tentos no México que foram decisivos na classificação alvinegra para a semifinal da Libertadores.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Um gol fora de casa é importantíssimo. Assim como foi contra o Tijuana, quando marcamos no fim, depois de perder por 2 a 0. Em uma semifinal, temos a vantagem de jogar pelo empate em casa, se conseguirmos fazer o gol", disse Tardelli projetando dificuldades fora de casa. "É complicado jogar na Argentina, mas, com um gol fora de casa, a autoestima vai lá em cima. O gol fora de casa é importantíssimo", completou.

Tardelli afirma que conhece bem o time do Newell’s, e quer atenção total do Galo. "É um time muito técnico, muito rápido. Na frente, tem dois atacantes, o Scocco e não me lembro o nome do outro. O Cuca passou os detalhes de cada jogador para tomar cuidado e chegar bem", encerrou.

Leia tudo sobre: Atlético-MGLibertadores 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas