CBF anuncia retenção de repasse da TV para os clubes da Série C do Brasileiro

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O valor correspondente a cada clube, que já havia sido reduzido de R$ 500 para R$ 400 mil, permanecerá na entidade para ajudar a custear as despesas de viagens e arbitragem

Desde seu início, a Série C de 2013 já teve várias polêmicas que, entre outras consequências, fizeram com que os times que disputam o torneio sejam 21, e não os 20 planejados. Nesta semana, uma decisão polêmica da CBF promete reinstaurar a confusão na terceira divisão brasileira.

Um e-mail enviado pelo diretor financeiro da CBF, Antônio Osório Ribeiro, para todos os clubes da Série C anunciou a retenção do repasse dos direitos de televisão do campeonato.

Segundo o diretor, o valor correspondente a cada clube, que já havia sido reduzido de R$ 500 para R$ 400 mil, permanecerá na entidade para ajudar a custear as despesas de viagens e arbitragem, pagas pela Confederação.

Segundo declarações passadas do diretor de desenvolvimento e projetos da CBF, Reinaldo Carneiro Bastos, a venda das cotas de televisão da Série C somam cerca de R$ 9 milhões ao ano, valores pagos por TV Brasil e SporTV, emissoras que transmitem a competição.

Alguns clubes já se pronunciaram sobre a retenção do repasse. Eudes Fernandes, presidente do Baraúnas-RN, diz que o time terá dificuldades após o corte de verba: "Eram R$ 500 mil, depois baixou para R$ 400 mil. Assinamos o documento, só que agora fica meio complicado de se sustentar se eles disseram que não vão mais patrocinar".

Horley Senna, presidente interino do Guarani, disse ainda não ter recebido o comunicado, mas conta o repasse como parte do orçamento: "Ainda não recebemos nada, mas estamos contando com esse dinheiro. Perder esse repasse vai prejudicar o clube financeiramente". Senna confirmou uma reunião marcada pela entidade com todos os clubes da divisão ainda para esta semana "Acredito que esse encontro seja para falar desse assunto".

Veja o e-mail enviado pela CBF aos clubes que disputam a Série C:

Apresentando nossas cordiais saudações, em resposta ao pleito dos clubes da Série C do Campeonato Brasileiro, informamos que a Confederação Brasileira de Futebol está desenvolvendo um trabalho de ampliação e captação de novas receitas para os campeonatos nacionais. Lembramos que a entidade efetua o custeio da arbitragem, além de todas as despesas de alimentação, transportes e hospedagens dessa competição, o que resulta num expressivo montante do orçamento da entidade. Dessa forma, mesmo reconhecendo a importância dessa competição para o futebol nacional, neste momento não é possível a destinação de novos recursos para esse campeonato, caso contrário estaríamos comprometendo a projeção orçamentária já aprovada em assembleia geral para esse exercício.

Agradecemos, desde já, e contamos com a compreensão de todos.

Antônio Osório Ribeiro - Diretor Financeiro

Leia tudo sobre: baraúnas-rnvila novacbfsérie c 2013guaranijuventude

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas