Concentração do Corinthians afasta Edenílson de filho recém-nascido

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O volante do Corinthians se vê obrigado a ter contato com o pequeno Murilo, de apenas um mês, e com a esposa Bruna, via internet

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Edenilson, volante do Corinthians

A tarifa de ônibus baixou, mas nem tudo mudou. Mesmo os técnicos tidos como modernos - Tite se orgulha de ser um eterno estudioso do futebol - continuam adorando os regimes de concentração obrigatória, como o vivido pelos jogadores do Corinthians nesta semana.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Os atletas se apresentaram no CT do Parque Ecológico às 22h da última quarta-feira e só de lá sairão na próxima quarta. Edenílson, cujo primeiro filho nasceu há pouco mais de um mês, tem de manter o contato com o pequeno Murilo e com sua mulher, Bruna, pela internet.

"Vai demorar um pouquinho para eu vê-lo de novo agora, mas a gente dá um jeito. Usa o Skype, o celular, essas coisas. E mata a saudade", comentou o lateral direito, que se recusa a reclamar da intertemporada imposta pela comissão técnica, preocupada com a decisão da Recopa Sul-americana.

"Sou a favor. Querendo ou não, a gente descansa mais e se alimenta melhor aqui. A gente até cuida dessa parte geralmente, mas aqui você não tem o desgaste de ir para casa, voltar. A gente fica mais tranquilo, isso vai ajudar lá na frente", disse o lateral, admitindo apenas o tédio com os companheiros: "É sempre o mesmo papo".

Entre uma e outra conversa repetida, os jogadores são exigidos pelo preparador Fábio Mahseredjian. Ele tem cobrado bastante o grupo para buscar um melhor condicionamento e evitar que Tite volte a usar o estado físico do elenco como justificativa pela queda de rendimento neste ano.

"É puxado, bem puxado. É um trabalho cansativo, mas são os ossos do ofício. A gente está batalhando contra o cansaço para colher os frutos lá na frente. O Tite falou sobre o quanto seria importante a dedicação máxima neste momento. Não só os 11 titulares mas o grupo inteiro", contou Edenílson, longe de Murilo.

Leia tudo sobre: EdenílsonCorinthiansigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas