Claudinei ressalta apoio da direção do Santos e revela ter discutido reforços

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O centroavante Nilmar, do Al-Rayyan (Catar), foi discutido e é um nome que segue em pauta na cúpula alvinegra

Ricardo Saibun/Divulgação Santos FC
Claudinei Oliveira, técnico do Santos

Com o fracasso nas negociações com o técnico argentino Marcelo Bielsa, o Santos mantém Claudinei Oliveira como treinador interino da equipe praiana. Mas, diferentemente do que acontecia em um primeiro momento, Claudinei está cada vez mais forte junto aos dirigentes santistas. O comandante segue com apoio total para realizar o seu trabalho, junto ao elenco principal, e também já passa a ter participação na montagem do time.

Após ter participação vetada na Copa Audi, Santos protesta na CBF

"Com relação a ser treinador, me sinto técnico do Santos hoje. Estou comandando o grupo e hoje sou o técnico do Santos. Não posso sentir ainda que serei mantido, pois isso não cabe a mim. Mas me sinto com total liberdade para fazer o que eu quiser, colocar e tirar jogadores da equipe. Tenho ‘carta branca’ para trabalhar aqui. Sobre o futuro não posso falar, pois não cabe a mim decidir", disse Claudinei, que contou ter sido questionado sobre possíveis reforços para o grupo, recentemente.

"Me passaram algumas situações, sobre jogadores interessantes, de qualidade. Perguntaram a minha opinião e sempre que eu for perguntado, vou falar o que eu acho. Claro que a minha opinião não garante que os atletas vão vir. Até porque, toda negociação envolve números, cifras e algumas outras coisas que a nossa diretoria está trabalhando", comentou.

O Peixe discute algumas possibilidades de reforços, que possam ser peças fundamentais no time. Robinho, do Milan (Itália), era uma das principais opções, mas os valores pretendidos pelos rossoneros para a sua negociação e, também, a quantia de salário pedida pelo atacante, fizeram com que o vice-presidente Odílio Rodrigues, mandatário em exercício com o afastamento do presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, por questões de saúde, praticamente descartasse a operação.

O centroavante Nilmar, do Al-Rayyan (Catar), também foi discutido e é um nome que segue em pauta na cúpula alvinegra. O Santos pretende intensificar a busca por contratações neste período de pausa do Campeonato Brasileiro, em virtude da disputa da Copa das Confederações.

"O torcedor pode ficar tranquilo que a diretoria está se mexendo. O Santos é um clube que honra os seus compromissos e vai trazer jogadores com qualidade, que venham nos ajudar", encerrou Claudinei Oliveira.

Leia tudo sobre: santosigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas