Para o argentino, os mais experientes devem dar suporte para que os novatos não sintam a cobrança dos torcedores

Montillo, meia do Santos
Flickr/Santos F.C.
Montillo, meia do Santos

Contratação mais cara da história do Santos , o meia Montillo sabe que será ainda mais cobrado no clube praiano, após a saída do atacante Neymar, negociado com o Barcelona. Ciente da responsabilidade que tem no elenco, o jogador argentino destacou que pretende aumentar a sua contribuição ao time, dentro de campo, mas lembrou que todos precisam cumprir as suas tarefas, para que o Peixe conquiste bons resultados.

Sem técnico definido, Montillo defende permanência de Claudinei no Santos

"A responsabilidade é chamada por todos. O Santos tinha se acostumado a jogar com o Neymar porque ele chamava o jogo e nunca se machucava. Mas, agora, o Santos vive essa mudança, e ela tem de se dar o mais rápido possível. Vou assumir minha responsabilidade dentro de campo, melhorar o que fiz até agora. E com cada um pensando individualmente, o grupo melhora e volta a ser aquele time difícil de se vencer, como era antes", discursou Montillo.

O camisa 10 santista também falou sobre o papel dos jovens, oriundos das categorias de base, na equipe. Para Montillo, os mais experientes devem dar suporte para que os novatos não sintam a cobrança dos torcedores, em meio à disputa do Campeonato Brasileiro, e possam desenvolver o seu futebol.

Santos confirma altos valores e praticamente descarta volta de Robinho

"A garotada que chega sempre tem vontade de mostrar futebol. Então nós, que temos mais experiência, temos de dar esse respaldo, esse equilíbrio. Com um ou dois jogos, não se pode pensar que o time está bem ou mal. Ajudá-los, por exemplo, a não pular etapas. Mostrar que eles são uma parte importante do Santos, mas tudo com tranquilidade. E eles também ajudam, não só a mim. Eles têm qualidade para estar aqui e ainda vão dar muitas alegrias à torcida", concluiu o meia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.