Vínculo de lateral esquerdo com a equipe termina no final do ano, o que permite negociações para assinar um pré-contrato com jogador

A Chapecoense não pretende liberar Alan facilmente. O lateral-esquerdo atrai interesse do Internacional, mas, de acordo com o Diário Catarinense , o clube catarinense exige uma compensação financeira para liberar o atleta, apesar do contrato estar próximo do fim.

O vínculo de Alan com a equipe termina no final do ano, o que permite negociações para assinar um pré-contrato com o lateral. Apesar disso, o presidente Sandro Pallaoro deseja que o clube receba por uma possível transferência.

Douglas Gonçalves, empresário do jogador, vem conduzindo tentando a negociação com o Colorado. De acordo com o presidente da Chapecoense, porém, o empresário deseja a liberação gratuita. Uma reunião deve ser feita na quarta-feira a respeito da possível transferência.

Alan vem sendo um dos destaques do time na Série B do Campeonato Brasileiro e já havia sido oferecido ao Inter antes de chegar à própria Chapecoense, quando ainda defendia o Juventude. Hoje, o lateral esquerdo é visto como um possível substituto para Fabrício, que tem propostas do exterior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.