O jogador, de 31 anos, é considerado importante pelo técnico Paulo Autuori, mas dentro da atual realidade financeira vivida em São Januário, o clube não descarta negociá-lo.

Wendel com a camisa do Vasco
Site oficial/Marcelo Sadio
Wendel com a camisa do Vasco

Na semana em que apresentou o meia colombiano Montoya e o atacante Reginaldo, a diretoria do Vasco também volta a conviver com a possível perda de jogadores importantes de seu elenco. Isso porque o volante Wendel recebeu uma proposta de um clube francês, cujo nome é mantido em sigilo, e a transação poderá ser concretizada nos próximos dias.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O jogador, de 31 anos, é considerado importante pelo técnico Paulo Autuori, mas dentro da atual realidade financeira vivida em São Januário, o clube não descarta negociá-lo. O diretor de futebol Ricardo Gomes admite que foi procurado por alguns clubes da França interessados pelo jogador. Além disso, o jornal francês "L´Equipe" afirmou na última segunda que Wendel está na lista de reforços de diversos clubes do país. O dirigente entende o assédio aos atletas durante a janela europeia com naturalidade:

"Essa é uma situação que eu tive que enfrentar quando estava no São Paulo, por exemplo, e agora estamos passando no Vasco. Com a janela de transferências internacionais o assédio acaba ficando muito grande, pois os clubes europeus sabem da qualidade do atleta brasileiro e estamos preparados para lidar com esse tipo de situação", disse Ricardo Gomes.

Leia mais: Felipe pode rescindir com o Fluminense e retornar ao Vasco

O dirigente não se surpreende com o interesse a Wendel, mesmo com os 31 anos do meio-campista: "Nesse caso devemos levar em consideração o histórico do jogador e por isso não me surpreende que o nome do Wendel seja falado na França, pois ele viveu um grande momento lá no Bordeaux", disse Gomes, que também teve destaque no futebol francês como zagueiro, nas décadas de 80 e 90, e também como treinador.

O próprio Vasco também vem trabalhando em busca de reforços durante a pausa do Brasileirão para a Copa das Confederações. Além de Montoya e Reginaldo, o clube contratou o zagueiro Rafael Vaz, que vinha se destacando pelo Ceará, e o atacante André, que pertence ao Atlético-MG e estava emprestado ao Santos. Antes, o clube já tinha contratado o atacante Edmilson, ex-Palmeiras e que estava no futebol japonês.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.