O julgamento durou quatro horas e os advogados do meia argumentaram que a substância proibida estava em uma vitamina que o atleta tomava

Nesta sexta-feira, o TJD-RJ (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro) julgou e, por decisão unânime, puniu o meio-campista Deco, do Fluminense, pelo caso de doping. O jogador foi suspenso por 30 dias, mas já cumpriu a pena preventivamente e, com isso, está liberado para jogar.

Mesmo sem liderança, Abel elogia posição do Fluminense antes de pausa

O julgamento durou quatro horas e os advogados contratados por Deco, Bichara Neto e Marcelo Franklin, argumentaram que a substância proibida estava em uma vitamina que o atleta tomava.

Com proposta do Galatasaray, lateral Carlinhos nega despedida no Fluminense

Deco foi flagrado no exame antidoping no jogo contra o Boavista, no dia 30 de março. As substâncias encontradas em seu organismo foram Hidroclorotiazida e Carboxi-Tamoxifeno.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.