Com propostas, Luis Fabiano admite que pode ter feito despedida do São Paulo

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo o atacante, mais do que a declaração infeliz do presidente Juvenal Juvêncio, o que o tem incomodado é ser apontado como culpado por insucessos do time

Edu Andrade/Fatopress/Gazeta Press
Luis Fabiano arrisca finalização ao gol do Grêmio

A despedida de Luis Fabiano do São Paulo pode ter sido fazendo gol. Após o empate de 1 a 1 nesta quarta-feira com o Grêmio, o confirmou ter recebido propostas e, dizendo-se chateado com parte da torcida são-paulina, admitiu a possibilidade de ir para o exterior na abertura da janela de transferências.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Que existe a possibilidade, existe, a gente não pode mais esconder isso. Existem algumas propostas. De onde são, não quero falar, não é o momento. Mas, nesta parada, a gente vai resolver toda essa situação, sem dúvida nenhuma, porque não tem condição de ficar jogando com a cabeça em outro lugar", falou o jogador de 32 anos.

Segundo ele, mais do que a declaração infeliz do presidente Juvenal Juvêncio - que, mais de um mês atrás, falou que o venderia no meio do ano se recebesse proposta vantajosa -, o que o tem incomodado é ser apontado como culpado por insucessos, em protestos no Morumbi e no CT da Barra Funda.

"Quando perde, tenho que ouvir meu nome ser gritado no portão. É um desgaste muito grande, tem me incomodado muito. Todos sabem meu carinho pelo clube e o quanto eu me esforço para honrar essa camisa. Eu não quero ser vilão de derrota, não quero atrapalhar o São Paulo. Se o São Paulo ficar melhor sem mim, sou o primeiro a sair", explicou.

O autor do gol são-paulino ainda lamentou que sua possível despedida não aconteceu em casa, na capital paulista. "Especial seria jogar no Morumbi, porque tenho carinho muito grande pelo São Paulo e adoro jogar no Morumbi", disse, ainda no gramado da Arena do Grêmio, a qual também elogiou. "É bonita, por isso também pode ser especial".

O diretor de futebol do clube, Adalberto Baptista, também confirmou ter recebido ofertas de equipes estrangeiras, as quais serão analisadas a partir de agora, com a pausa no calendário nacional em função da disputa da Copa das Confederações. Olympiacos, da Grécia, e Galatasaray, da Turquia, seriam os principais interessados.

"Efetivamente, não analisamos nenhuma. Chegaram propostas para ele, para o empresário dele e para nós. Fizemos um pacto para que ele tivesse o máximo de comprometimento nessas cinco rodadas do campeonato e então analisaríamos a situação. Ele fez uma grande partida hoje. Pode ser um facilitador para ele ver o quão é importante para o time. Quiçá, ele permaneça", comentou.

Luis Fabiano tem contrato até 13 de março de 2015. A diretoria já admitiu negociá-lo por seis milhões de euros, valor pouco inferior aos 7,5 milhões de euros pagos há dois anos ao Sevilla para repatriá-lo.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: são paulobrasileirão 2013luis fabianoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas