Mesmo com a vitória diante do América-MG, técnico palmeirense mostra preocupação com o poder ofensivo do time paulista

Palmeirenses comemoram gol na vitória sobre o América-RN pela Série B
Gazeta Press
Palmeirenses comemoram gol na vitória sobre o América-RN pela Série B

O desempenho do Palmeiras na vitória por 2 a 0 sobre o América-RN, nesta terça-feira, deixou o técnico Gilson Kleina satisfeito. Ainda preocupado com o excesso de chances desperdiçadas pelo Verdão no sistema ofensivo, o treinador considerou que sua equipe teve uma atuação melhor na primeira etapa diante do time de Natal.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Nossa equipe foi segura e consistente. No primeiro tempo, teve mais velocidade, contra-ataques e ficou com chances de conseguir um placar melhor. Mas virar (o intervalo) com vitória deu mais tranquilidade, até porque o América ficou mais ofensivo com as mexidas", afirmou.

Leia mais: Palmeiras vence América-RN e se reabilita no G4 antes da folga

Depois de seis rodadas na Série B, o Palmeiras ocupa o terceiro lugar, com quatro vitórias e duas derrotas. Os erros na frente nos dois jogos em que tropeçou (contra América-MG e Sport) servem ainda de lição para a equipe.

"Eu converso com eles. Nós sofremos duas derrotas. O América-MG deu dois chutes e fez um gol, sem que nosso time reagisse. Internamente, nós nos cobramos e treinamos. Contra o Sport, também estávamos levando um ponto, mas ficamos sem nenhum. Teremos cinco dias agora para analisar isso com tranquilidade e para os jogadores se recuperarem", afirmou o técnico.

Em função da paralisação para a Copa das Confederações, o elenco palmeirense ganhou folga até o início da próxima semana, com o alívio por ter obtido o triunfo contra o penúltimo colocado.

"Alguns dos nossos jogadores estavam gripados por causa da chuva (da rodada passada), mas fizemos o segundo gol no finalzinho e voltaremos com tranquilidade para casa", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.