Palmeiras enfrenta vice-lanterna para chegar à paralisação em alta

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Jogando fora de casa contra o América-RN, time paulista tenta se manter no G4 da Segundona antes da Copa das Confederações

O técnico Gilson Kleina sempre ressaltou a importância de o Palmeiras largar bem na Série B do Campeonato Brasileiro, construindo uma boa campanha antes de a competição ser paralisada para a disputa da Copa das Confederações. O último desafio dessa etapa será contra o vice-lanterna América-RN, às 21h50 (de Brasília) desta terça-feira, no Estádio Barretão.

Gazeta Press
Gilson Kleina tenta levar o Palmeiras à segunda vitória fora de casa pela Série B

Totalizando 9 pontos após ser prejudicado pela arbitragem e perder para o Sport na rodada passada, o Palmeiras iniciou a semana na quarta colocação e ainda não pode alcançar os 13 da líder Chapecoense. Mas ganhar do América-RN, que só soma 3 e não tem nem uma vitória sequer na Série B, é fundamental para o time se manter na zona de acesso.

"Temos de fazer o resultado para continuar o nosso projeto. Muita coisa vai melhorar no Palmeiras, com o elenco ficando mais competitivo e qualificado. Definitivamente, precisamos fazer o nosso trabalho", pregou Kleina, que não chegou a se enervar com os tropeços que a equipe já teve. "Devemos entender que são muitos confrontos diretos. Fomos competentes. O ponto contra o Sport seria precioso para nós, mas passou. É hora de levantar a cabeça e reagir.

"Para o América-RN, já passou a hora da recuperação. O técnico Roberto Fernandes sabe que um resultado favorável contra o grande favorito ao título da Série B amenizará as cobranças sobre o time. "Os jogadores estão comprometidos para a gente sair dessa situação. Ninguém está de sacanagem, como se diz na linguagem do futebol. Se eles estivessem assim, nem jogariam. Ao contrário: alguns estão atuando mais do que no sacrifício", defendeu.

Mesmo com a sequência negativa, o América-RN consegue despertar respeito no Palmeiras. Kleina foi bastante elogioso ao analisar o desempenho do adversário no empate por 2 a 2 com o Guaratinguetá, na rodada anterior. "O América também está brigando muito, vindo de um empate, jogando em um local onde não está acostumado", comentou, referindo-se ao Barretão, localizado na cidade de Ceará-Mirim.

Para aumentar as expectativas do América-RN, o Palmeiras terá desfalques para o jogo. O volante Márcio Araújo, expulso diante do Sport, e o atacante Leandro, que recebeu o seu terceiro cartão amarelo, não estarão em campo. Em compensação, o meia-atacante Ananias, vindo do Cruzeiro, foi relacionado e poderá fazer a sua estreia como palmeirense.

No América-RN, o recém-chegado é o meia Vinícius Pacheco, emprestado pelo Flamengo. "Minha expectativa é a melhor possível. Pretendo ajudar os meus companheiros na competição. Temos que melhorar a nossa situação na tabela, buscando os primeiros lugares. Vamos trabalhar para isso", prometeu o jogador.

FICHA TÉCNICA - AMÉRICA-RN X PALMEIRAS

Local: Estádio Barretão, em Ceará-Mirim (RN)
Data: 11 de junho, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Marcos da Silva Brigido (CE) e Otávio Correia de Araújo Neto (AL)

AMÉRICA-RN: Dida; Norberto, Zé Antônio, Edvânio e Renatinho Potiguar; Daniel Resende, Márcio Passos, Fabinho e Cascata; Alex e Júnior Negrão
Técnico: Roberto Fernandes

PALMEIRAS: Bruno; Ayrton, André Luiz, Maurício Ramos e Juninho; Henrique, Charles e Tiago Real; Serginho (Ananias), Caio e Vinícius
Técnico: Gilson Kleina

Leia tudo sobre: PalmeirasAmérica-RNSérie B

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas