Com gol 400 de Alex, Coritiba vence Fluminense e vira líder do Brasileirão

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Meia acerta chute de fora da área aos 42 do segundo tempo e decreta vitória por 2 a 1 no Couto Pereira que faz equipe chegar a oito pontos

Agif/Gazeta Press
Alex, do Coritiba, e Diguinho, do Fluminense, em ação no Couto Pereira

Coritiba é o novo líder do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, no complemento da quarta rodada, bateu o Fluminense no Couto Pereira por 2 a 1. O grande responsável pelo resultado foi o meia Alex, que balançou as redes no fim, marcou seu 400º gol da carreira e decretou a vitória da equipe paranaense.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Os dois primeiros gols da partida saíram no primeiro tempo. O Coritiba abriu o placar aos 16 minutos com Robinho, que recebeu passe de Alex e mostrou categoria para desviar para o fundo das redes. O empate veio aos 22, com Carlinhos, aproveitando escanteio para tocar de cabeça. 

A vitória deixa o Coritiba com oito pontos, na liderança isolada do campeonato. Já os cariocas, com um jogo a menos, estacionam nos seis pontos e perdem os 100% de aproveitamento.

Na próxima rodada, o Coritiba volta a campo no domingo, quando recebe o Náutico, novamente no Estádio Couto Pereira. Já o Fluminense encara o Goiás, no mesmo dia, no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé.

Veja imagens dos jogos desta rodada do Brasileirão

Junior Urso disputa a bola com Edinho no Couto Pereira. Foto: Agif/Gazeta PressAlex, do Coritiba, e Diguinho, do Fluminense, em ação no Couto Pereira. Foto: Agif/Gazeta PressDagoberto marcou o gol da vitória do Cruzeiro. Foto: Washington Alves/VIPCOMMEmerson Sheik tenta proteger a bola da marcação de Bruno Rodrigo. Foto: Washington Alves/VIPCOMMElano comemora gol do triunfo gremista diante do Vitória pelo Brasileirão. Foto: Gazeta PressLeandro Donizete tenta proteger a bola da marcação vascaína. Foto: Fabio Castro/Agif/Gazeta PressPedro Ken sobe para fazer o cabeceio em ataque do Vasco. Foto: Fabio Castro/Agif/Gazeta PressO veterano Paulo Baier não perdoou e fez o gol de empate para o Atlético-PR em Campinas. Foto: Denny Cesare/Agif/Gazeta PressChiquinho corre para festejar o gol da Ponte Preta no Moisés Lucarelli. Foto: Denny Cesare/Agif/Gazeta PressO argentino Cañete comemora o gol de empate da Lusa diante do Inter. Foto: DJALMA VASSÃO / Gazeta PressRogério Ceni pula, mas não consegue defender a cabeçada do zagueiro Rodrigo, do Goiás. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressJogadores do Goiás cumprimentam Rodrigo após ele marcar diante do São Paulo, logo aos dois minutos do primeiro tempo. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressLuís Fabiano não consegue superar o goleiro Renan, do Goiás, e desperdiça chance para o São Paulo. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressRafael Moura festeja o gol marcado para o Internacional diante da Lusa, no Canindé. Foto: MIGUEL SCHINCARIOL / Gazeta PressDiogo, atacante da Portuguesa, lamenta chance desperdiçada diante do Inter, no Canindé. Foto: DJALMA VASSÃO / Gazeta PressJoão Vítor comemora o primeiro gol do Criciúma diante do Santos. Foto: DEZA BERGMAN/Gazeta Press

O jogo

O Coritiba começou tentado mostrar seu cartão de visitas e, logo no primeiro minutos, Gil cruzou fechado, Berna não saiu e Digão apareceu para afastar. O jogo era pegado no meio campo, com a equipe coxa-branca marcando forte para permanecer no ataque. Aos sete minutos, Gil cruzou fechado mais uma vez e Edinho apareceu para ceder escanteio. Cobrança de falta para Alex, aos nove minutos, e Berna fez grande defesa, no ângulo.

O Coritiba imprimia seu ritmo, pressionando um recuado Tricolor. Aos 12 minutos, Diogo abriu espaço e chutou cruzado para o meio da área, onde Carlinhos apareceu para afastar. Até que, aos 16 minutos, Alex fez a diferença com um passe sensacional para Robinho, que tocou de primeira para abrir o placar. Aos 20 minutos, boa troca de passes do ataque alviverde, Deivid ajeitou para Robinho, que chutou pela linha de fundo.

O Fluminense acordou e, aos 22 minutos, Carlinhos subiu no meio da defesa coxa-branca e tocou de cabeça para empatar a partida. A equipe carioca tentava aproveitar o bom momento. Aos 27 minutos, Carlinhos cruzou para Wagner, que cabeceou com estilo, mas parou em grande intervenção de Vanderlei. Wagner teve outra chance aos 35 minutos, em chute no cantinho que Vanderlei foi buscar. O Coritiba sentiu o gol. Samuel recebeu na área, aos 41 minutos, e mandou a bomba sobre Chico.

Para a etapa final, as equipes retornaram com a mesma formação, sem modificações. O Coxa voltou mais ligado, especialmente com a participação mais efetiva de Alex. Aos dois minutos, o garoto de ouro alviverde levantou pra Deivid, que não conseguiu finalizar, mesmo com liberdade total. Na resposta, Rafael Sobis recebeu na área e chutou cruzado para defesa de Vanderlei.

O jogo era aberto e equilibrado no Alto da Glória. Aos 10 minutos, Rhayner teve tempo para dominar na área e fuzilar para mais uma defesa de Vanderlei. Querendo a vitória, o técnico Marquinhos Santos tirou o volante Gil para a entrada do meia argentino Bottinelli. Ataque em velocidade do Tricolor, aos 16 minutos, Carlinhos recebeu pela esquerda e chutou para fora, com perigo.

O Coxa não conseguia repetir a atuação do inicio da partida, especialmente no setor de meio-campo, que errava demais. Com a torcida pegando no pé, Deivid não estava bem. Aos 30 minutos, o atacante lançou Robinho, mas bola correu demais. Robinho saiu jogando errado e armou contra-ataque para o Fluminense, aos 33 minutos. Na cara do gol, Sobis isolou. Sumido, Alex reapareceu e, como sempre, foi decisivo. Aos 42 minutos, o meia acertou uma bomba da intermediária e, pela 400ª vez na carreira, balançou as redes e garantiu a vitória coxa-branca.

FICHA TÉCNICA - CORITIBA 2 X 1 FLUMINENSE
Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 6 de junho de 2013 (quinta-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Resende Cunha (GO)
Assistentes: Cristhian Sorence e Jesmar de Paula (ambos de GO)
Cartões amarelos: Robinho e Bottinelli (Coritiba); Diguinho (Fluminense)

Gols
CORITIBA:
Robinho, aos 16 minutos do primeiro tempo, e Alex, aos 42 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Carlinhos, aos 22 minutos do primeiro tempo

CORITIBA: Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Diogo; Junior Urso (Éverton Costa), Gil (Bottinelli), Robinho (William Farias) e Alex; Rafinha e Deivid.
Técnico: Marquinhos Santos

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Wellington Silva, Digão, Gum e Carlinhos; Edinho (Felipe), Diguinho e Wágner; Samuel (Thiago Neves), Rhayner (Biro Biro), Rafael Sobis
Técnico: Abel Braga

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: fluminensecoritibabrasileirão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas