Abel Braga vê derrota como injusta, mas critica falhas do Fluminense

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Treinador admitiu a má fase do meia Thiago Neves, que entrou no segundo tempo e não conseguiu melhorar o jogo do time carioca

Abel Braga não viu justiça na derrota do Fluminense por 2 a 1 para o Coritiba nesta quinta-feira. Para o técnico, nem mesmo o empate faria jus à atuação do time carioca: a equipe merecia ter vencido, mas bobeou no lance do segundo gol, marcado por Alex em chute de fora da área, e perdeu chances para matar a partida.

Junior Urso disputa a bola com Edinho no Couto Pereira. Foto: Agif/Gazeta PressAlex, do Coritiba, e Diguinho, do Fluminense, em ação no Couto Pereira. Foto: Agif/Gazeta PressDagoberto marcou o gol da vitória do Cruzeiro. Foto: Washington Alves/VIPCOMMEmerson Sheik tenta proteger a bola da marcação de Bruno Rodrigo. Foto: Washington Alves/VIPCOMMElano comemora gol do triunfo gremista diante do Vitória pelo Brasileirão. Foto: Gazeta PressLeandro Donizete tenta proteger a bola da marcação vascaína. Foto: Fabio Castro/Agif/Gazeta PressPedro Ken sobe para fazer o cabeceio em ataque do Vasco. Foto: Fabio Castro/Agif/Gazeta PressO veterano Paulo Baier não perdoou e fez o gol de empate para o Atlético-PR em Campinas. Foto: Denny Cesare/Agif/Gazeta PressChiquinho corre para festejar o gol da Ponte Preta no Moisés Lucarelli. Foto: Denny Cesare/Agif/Gazeta PressO argentino Cañete comemora o gol de empate da Lusa diante do Inter. Foto: DJALMA VASSÃO / Gazeta PressRogério Ceni pula, mas não consegue defender a cabeçada do zagueiro Rodrigo, do Goiás. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressJogadores do Goiás cumprimentam Rodrigo após ele marcar diante do São Paulo, logo aos dois minutos do primeiro tempo. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressLuís Fabiano não consegue superar o goleiro Renan, do Goiás, e desperdiça chance para o São Paulo. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressRafael Moura festeja o gol marcado para o Internacional diante da Lusa, no Canindé. Foto: MIGUEL SCHINCARIOL / Gazeta PressDiogo, atacante da Portuguesa, lamenta chance desperdiçada diante do Inter, no Canindé. Foto: DJALMA VASSÃO / Gazeta PressJoão Vítor comemora o primeiro gol do Criciúma diante do Santos. Foto: DEZA BERGMAN/Gazeta Press

"Não foi merecida. Até um ponto seria pouco para nós nesta noite, mas houve mérito, eles marcaram duas vezes e, nós, uma. Tivemos várias chances de matar a partida. Temos culpa na derrota, falhamos num lance que custou o jogo todo", declarou o treinador.

Após marcar pelo Flu, Carlinhos reafirma desejo de seguir no time

O treinador elogiou Alex pelo gol decisivo. "É um grande jogador, desequilibrou em uma das únicas bolas que teve. Foi um lance individual enquanto a nossa equipe procurava jogar, rodar a bola. Dominas depois do primeiro gol, mas a bola de fora da área foi a diferença", comentou.

Abel, porém, admitiu a má fase de Thiago Neves, que entrou no segundo tempo e não conseguiu melhorar o jogo do Flu. "O Thiago Neves. Está tendo chance de entrar todo jogo. É uma pena, é um jogador com quem contamos e nem sempre dá para entrar bem", afirmou.

O Tricolor das Laranjeiras é o oitavo colocado do Campeonato Brasileiro com seis pontos conquistados. No domingo, às 18h30 (de Brasília), a equipe carioca recebe o Goiás pela quinta rodada da competição.

Leia tudo sobre: fluminenseabel bragabrasileirão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas