Santistas disparam contra arbitragem; Léo detona juiz: “Vergonha”

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Jogadores do Santos reclamaram contra o árbitro Pablo dos Santos Alves após a derrota do time paulista para o Criciúma por 3 a 1

Divulgação/SantosFC
Léo em ação no clássico contra o Palmeiras

A arbitragem de Pablo dos Santos Alves foi bastante criticada pelos jogadores do Santos, após a derrota para o Criciúma, por 3 a 1, na noite da última quarta-feira, no Estádio Heriberto Hülse. O lance que originou o segundo gol do Tigre, marcado pelo atacante Giancarlo, aos 11 minutos do segundo tempo, foi o que mais irritou os atletas do Peixe. A reclamação santista é de que não houve pênalti na jogada do atacante da equipe catarinense, Lins, envolvendo o lateral-esquerdo do Peixe, Léo.

Leia mais: Desapontado, Felipe Anderson nega Santos “devagar” contra Criciúma

"É complicado. No primeiro tempo, ele (Pablo dos Santos Alves) não marcou pênalti no Felipe Anderson. No segundo (tempo), ele quis brincar com a gente", disse o lateral-direito Rafael Galhardo. "Depois do pênalti, que não aconteceu, a nossa equipe se desestabilizou", completou o volante Arouca, inconformado com a atuação do árbitro.

Porém, o jogador mais revoltado o com a marcação do pênalti para o Criciúma era Léo. O experiente ala negou que tenha cometido a falta em Lins e, por isso, tratou de disparar contra o juiz: "Ele (árbitro) não tem condições de apitar, é uma vergonha", desabafou.

Antepenúltimo colocado do Brasileirão, com apenas dois pontos somados até o momento, o Alvinegro Praiano volta a campo diante do Atlético-MG, na próxima quarta, às 19h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro. O confronto será válido pela quinta rodada da competição nacional.

Leia tudo sobre: Santoscriciúmaléoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas