Ex-treinador do clube está desempregado e teve seu nome gritado pela torcida durante a derrota por 1 a 0 para o Goiás na última quarta-feira

Presidente Juvenal Juvêncio disse que não irá contratar Muricy Ramalho
Vipcomm
Presidente Juvenal Juvêncio disse que não irá contratar Muricy Ramalho

Juvenal Juvêncio acordou de bom humor nesta quinta-feira e foi ao CT da Barra Funda, mesmo após ter sido alvo de protestos no Morumbi. Rapidamente, o presidente do São Paulo negou a possibilidade de retorno de Muricy Ramalho, cujo nome foi gritado pela torcida durante e depois da derrota de quarta-feira para o Goiás.

LEIA: Ganso se diz "feliz", mas não descarta deixar o São Paulo no meio do ano

"Não", limitou-se a responder, sorridente, enquanto se dirigia para a parte interna do CT da Barra Funda. Na última vez em que aceitou dar entrevista - há quase um mês, logo após a eliminação na Libertadores -, foi para bancar a permanência de Ney Franco e anunciar a dispensa de sete jogadores do elenco.

Muricy está sem emprego desde sexta-feira passada, quando foi demitido pelo Santos. Com quatro títulos brasileiros pelo São Paulo, um deles como jogador, na década de 1970, ele sempre considerou o Morumbi como uma extensão de sua casa. Chegou a confidenciar a pessoas próximas, ainda na Vila Belmiro, que tem o sonho de ser campeão continental pelo clube que o lançou ao futebol.

Ney Franco, por sua vez, disse ser capaz de seguir à frente da equipe até o fim de seu contrato, em dezembro. Ao final do primeiro revés no Campeonato Brasileiro, o atual comandante falou até que não é o problema - ou o único problema - pelos insucessos recentes do São Paulo, que amargou também a queda na semifinal do Paulista.

A disponibilidade de Muricy no mercado, no entanto, pressiona Ney Franco pelo pouco tempo para mostrar recuperação. Antes da pausa pela Copa das Confederações, haverá só um jogo, contra o Grêmio, em Porto Alegre. Mesmo que seja mantido, na sequência ele terá que passar pela Recopa Sul-Americana, contra o rival Corinthians.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.