Técnico vem balançando no cargo desde o fim do Paulistão, não começou bem o Brasileiro e deve deixar o time

Guto Ferreira, técnico da Ponte Preta
Facebook/Ponte Preta
Guto Ferreira, técnico da Ponte Preta

A derrota para o Atlético-PR, por 4 a 3, na noite desta quarta, foi o estopim para a saída do técnico Guto Ferreira da Ponte Preta . Uma reunião na tarde desta quinta, no Moisés Lucarelli, deverá definir a queda do treinador, que vem balançando no cargo desde o final do Campeonato Paulista.

Muito próximo da zona de rebaixamento do Brasileirão, o time alvinegro tem apenas uma vitória e três derrotas nas quatro primeiras rodadas, números que desagradam aos diretores do clube. É provável que, antes do treinamento desta tarde, os jogadores já saibam da decisão da diretoria.

Neste final de semana, a cúpula campineira pensará no substituto de Guto Ferreira. Demitido do Náutico recentemente, Silas, natural de Campinas (SP), é um dos cotados. Neste sábado, às 21 horas (de Brasília), a Ponte enfrentará o Botafogo, no interior de São Paulo.

Já Guto Ferreira é cobiçado pela Portuguesa, insatisfeita com o comandante Édson Pimenta. Após o empate com o Internacional, o técnico reclamou dos protestos de torcedores, acusados de "não gostarem de sexo". A declaração não caiu bem para os rubro-verdes.

O Santos, sem Muricy Ramalho, também poderia apostar em Guto Ferreira, assim como o Palmeiras apostou em Gílson Kleina no final da última temporada. A diretoria santista pede alguém que possa trabalhar com as categorias de base do clube.

Guto Ferreira assumiu o comando técnico da Ponte Preta depois da saída de Kleina e manteve a equipe na elite do futebol nacional. O feito fez com que ele renovasse contrato. Já em 2013, o treinador participou de campanha invejável no Paulistão - foram dez vitórias, oito empates e apenas duas derrotas.

O segundo revés no Estadual, porém, foi marcante para a torcida alvinegra: os 4 a 0 para o Corinthians, em pleno Moisés Lucarelli, impediram o sonho do título inédito da competição. Dias depois, Guto Ferreira se redimiu e conquistou o Troféu do Interior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.