Na quarta rodada, os dois times poderão abrir vantagem na zona de classificação antes da pausa para a Copa das Confederações.

Invictos na Série B do Brasileirão, Figueirense e Chapecoense tentarão comprovar o bom momento do futebol catarinense nesta terça-feira, às 19h30 (de Brasília), no Orlando Scarpelli. Na quarta rodada, os dois times poderão abrir vantagem no G4 antes da pausa para a Copa das Confederações.

Quem vence o clássico catarinense? Comente na notícia

Na capital de Santa Catarina, o técnico Adílson Batista terá um reforço. O volante Ronaldo Tres treinou normalmente nesta segunda e está confirmado no time, após ter sido vetado pelo departamento médico do clube por conta de uma lesão no tornozelo direito.

Artilheiro do time nesta temporada, o atacante Rafael Costa comemorou o bom momento. “A fase é muito boa. Estou vivendo esse bom momento desde o ano passado e espero manter. Assim vou ajudar o Figueira; Quero sempre fazer gols e ajudar na volta à Série A”, projetou.Do outro lado, o treinador Gilmar Dal Pozzo ainda não sabe se contará com o meia Athos, que se recupera de dores no tornozelo. O zagueiro André Paulino, que sofreu contusão na perna esquerda, e o meia Diego Felipe, resfriado, também são dúvidas para o clássico desta terça.

Caso jogue, Paulino terá que se preocupar com o ataque alvinegro. “Sabemos que o campeonato é difícil. Mas vamos pensar no Figueirense. Eles têm um ataque muito bom, então temos que chegar bem no jogo. Será difícil. Temos que ter tranquilidade”, comentou Paulino à Rádio Chapecó.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE X CHAPECOENSE

Local : Estádio Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)
Data : 4 de junho de 2013, segunda-feira
Horário : 19h30 (de Brasília)
Árbitro : Célio Amorim (SC)
Assistentes : Neuza Inês Back e Helton Nunes (ambos de SC)

FIGUEIRENSE : Ricardo; André, Thiego, Douglas e Wellington Saci; William Magrão, Tinga (Ronaldo Tres), Gérson Magrão e Maylson; Ricardinho e Rafael Costa
Técnico : Adílson Batista

CHAPECOENSE : Nivaldo; Fabiano, Rafael Lima, André Paulino (Dão) e Alan; Wanderson, Augusto, Diego Felipe (Glaydson) e Athos (Dieguinho); Bruno Rangel e Fabinho Alves
Técnico : Gilmar Dal Pozzo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.