Lesionados, eles não devem estar à disposição de Tite antes da Copa das Confederações

O lateral direito Edenílson e o meia Renato Augusto só deverão voltar a defender o Corinthians após a Copa das Confederações. O primeiro sofreu lesão no ligamento colateral do joelho direito, enquanto o segundo segue a sua longa recuperação de uma lesão muscular na coxa direita.

Leia também: Jorge Henrique deixa o Corinthians e acerta com o Internacional

Como Alessandro ficou inativo após a conquista do Campeonato Paulista, o ex-volante Edenílson havia ganhado oportunidades para tentar se firmar como titular da lateral direita do Corinthians. A contusão impede que ele acirre a concorrência com o veterano, de volta ao time na partida contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira, na Arena do Jacaré.

Tite terá o desfalque de Edenilson e Renato Augusto por mais tempo do que o previsto
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Tite terá o desfalque de Edenilson e Renato Augusto por mais tempo do que o previsto


Já Renato Augusto não entra em campo desde a vitória por 1 a 0 sobre o Guarani, em 24 de março. O meia fez um bom início de temporada e era uma esperança de Tite para os jogos contra o argentino Boca Juniors, pela Copa Libertadores da América, e Santos, pela decisão do Paulista. Quase um mês depois, permanece fora de combate.

"Infelizmente, a programação para o Renato fica para depois. Não gostaria de falar isso, mas é provável que só contemos com ele depois da parada do Campeonato Brasileiro para a realização da Copa das Confederações. O que der para adiantar em relação a ele, para nós, é lucro", lamentou Tite.

Dessa maneira, Edenílson e Renato Augusto terão mais um mês de reabilitação pela frente. Quando a Copa das Confederações acabar, o Corinthians entrará em campo novamente pelo Campeonato Brasileiro contra o Bahia, em 7 de julho. Quatro dias antes, começará a decidir o título da Recopa Sul-americana com o São Paulo, no Morumbi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.