Wellington Nem diz existir um "porquê" para começar no banco, mas faz mistério

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Especula-se que o atleta esteja negociando sua saída do clube tricolor, mas ainda não se sabe o destino.

Barrado do time titular do Fluminense após a eliminação na Copa Libertadores, Wellington Nem entrou durante o jogo contra o Criciúma neste domingo, sofreu um pênalti e converteu para fechar a vitória por 3 a 0. O atacante afirmou existir um "porquê" para sua aparição no banco de reservas.

Fluminense derrota o Criciúma com direito a dois gols do zagueiro Digão

"Estou tranquilo. Entrou o Rafael Sobis, que estava num bom momento. Tem um porquê para eu ficar no banco, não foi por estar jogando bem ou mal. Existiu um motivo", declarou o jogador. Especula-se que o atleta esteja negociando sua saída do clube tricolor, mas ainda não se sabe o destino.

Agência Photocamera
Wellington Nem fez um dos gols da vitória do Fluminense

Ao ser indagado qual seria esse motivo, no entanto, o atleta não quis se pronunciar. "Deixa quieto, depois vocês vão saber", respondeu, logo antes de deixar o campo do estádio Claudio Moacyr.

O Tricolor das Laranjeiras soma seis pontos na quarta posição do Campeonato Brasileiro. Na quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), a equipe volta a campo para enfrentar o Coritiba no estádio Couto Pereira pela quarta rodada da competição.

Leia tudo sobre: fluminensewellington nembrasileirão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas