Por atraso de Marin, CBF adia anúncio de novo patrocinador

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

A cerimônia de oficialização do acordo com a Unimed Seguros seria realizada no hotel em que a delegação verde e amarela está hospedada

Paulo Mumia/VIPCOMM
Jose Maria Marin é presidente da CBF

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) havia agendado para a manhã deste domingo o anúncio de mais um patrocinador para a seleção. Porém, um atraso do presidente da entidade, José Maria Marin, forçou o adiamento do evento.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A cerimônia de oficialização do acordo com a Unimed Seguros seria realizada no hotel em que a delegação verde e amarela está hospedada, no bairro do Leblon, no Rio de Janeiro. A sala em que seria concedida a entrevista coletiva chegou a ser preparada com a logomarca da empresa ao lado do brasão da CBF.

No entanto, de acordo com informações divulgadas pela entidade máxima do futebol nacional, o voo que traria Marin de São Paulo para o Rio de Janeiro atrasou muito. O evento estava agendado para as 11 horas (de Brasília), mas o mandatário só tinha previsão de chegada ao Aeroporto Santos Dumont para depois das 12 horas.

Representantes da empresa de seguros já estavam no local, mas a cerimônia teve de ser adiada, em função do cronograma apertado até o início do jogo da Seleção contra a Inglaterra, às 16 horas (de Brasília), no estádio do Maracanã.

Leia mais: Seleção brasileira tem histórico favorável em duelos com a Inglaterra

Assim, Marin deixa de comparecer a um evento com a imprensa justamente depois de ter sido alvo de protestos na sexta e no sábado. A Frente Nacional de Torcedores já pediu a saída do mandatário da CBF durante treino da equipe e também em frente ao hotel.

Existe agora a possibilidade de o anúncio ser feito em evento em Goiânia, onde a equipe de Luiz Felipe Scolari treinará durante esta semana. A CBF deve oficializar os detalhes nos próximos dias. A Unimed Seguros patrocinará as seleções principal, olímpica, sub-15, sub-17, sub-20, sub-23 e feminina. O contrato assinado no sábado se estenderá até 31 de julho de 2019, depois da Copa América.

Assim, a companhia terá exclusividade no segmento de saúde em relação à exposição de marca em eventos da CBF, tanto no Brasil quanto no exterior. Além disso, a empresa poderá colocar sua ambulância nos jogos com mando da Seleção.

Leia tudo sobre: marincbfseleção brasileiraunimed

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas